Publicidade

Estado de Minas Investigação

Quadrilha de roubo de carga na Zona da Mata é desmantelada

Duas pessoas foram presas, suspeitas de integrarem o grupo que atuava nos estados de Minas Gerais, Espírito Santo e Rio de Janeiro


18/11/2020 16:41 - atualizado 18/11/2020 17:31

Organização criminosa atuava em roubos de cargas na Zona da Mata(foto: arquivo / Marcos Alfredo)
Organização criminosa atuava em roubos de cargas na Zona da Mata (foto: arquivo / Marcos Alfredo)
Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) deflagrou nesta quarta-feira (18) a operação Carga Pesada, realizada em Ipatinga, Barbacena, Brás Pires e Leopoldina. Duas pessoas foram presas por participação em organização criminosa que atuava em roubos de cargas na região da Zona da Mata.
A ação investiga crimes cometidos por uma das principais quadrilhas de âmbito interestadual. Ao todo, foram cumpridos oito mandados de busca e apreensão, além de dois mandados de prisão temporária. Uma pessoa foi presa em flagrante. 

Segundo o promotor de Justiça Breno Costa da Silva Coelho, do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), a operação teve como objetivo apurar "o perfeito delineamento da composição e da atuação de uma organização criminosa voltada à prática de assaltos de mercadorias e cargas diversas nas rodovias".

Em dois endereços, foram apreendidos armas de fogo, munições, rádios de comunicação, um bloqueador de sinal, rastreador, telefones celulares e outros aparelhos eletrônicos. Além disso, em outros locais, a equipe de trabalho apreendeu aparelhos telefônicos e diversos documentos.

De acordo com as investigações, o grupo atuava no estado de Minas Gerais e, possivelmente, no Espírito Santo e no Rio de Janeiro. 

A ação contou com o apoio do Gaeco regional da Zona da Mata, em conjunto com o Gaeco de Ipatinga, no Vale do Aço; com a Polícia Militar de Minas Gerais; Polícia Civil de Minas Gerais; e Polícia Rodoviária Federal (PRF).

O nome "Carga Pesada" refere-se a um dos mais importantes meios de transporte terrestre nacional, o caminhão. Também, faz referência ao forte uso de armas de fogo e ao sequestro de caminhoneiros - vítimas da organização criminosa.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade