Publicidade

Estado de Minas CORPO DE BOMBEIROS

Produto químico vaza e bombeiros isolam rua, em Lagoa Santa

Com a emissão de gás tóxico, trânsito da via foi fechado em um raio de aproximadamente 250 metros. Ninguém se feriu


16/11/2020 14:35 - atualizado 16/11/2020 16:07

(foto: Corpo de Bombeiros/ divulgação)
(foto: Corpo de Bombeiros/ divulgação)
O vazamento de produto químico armazenado em uma loja de ração em Lagoa Santa, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, obrigou a retirada de funcionários e moradores, nesta segunda-feira (16). 

 

Os bombeiros foram chamados para atender a ocorrência na Rua Acadêmico Nilo Figueiredo, 3.499, no Bairro Santos Dumont II. Segundo informações da corporação, a empresa armazena um grande volume de recipientes de cloro e cianureto de sódio - cerca de 700 tambores.

 

O contato entre o cloro e cianureto de sódio com uma lâmpada provocou uma reação, gerando uma fumaça escura e tóxica. Um morador filmou o momento da explosão.  


De acordo com os bombeiros, as pessoas já foram retiradas do local, uma vez que o gás gerado é tóxico e tem cheiro muito forte. 


Moradores vizinhos à empresa reclamaram que a intensa fumaça emitida pelo cloro está invadindo as residências. Houve um princípio de incêndio, mas ninguém se feriu.

O trânsito da via foi fechado em um raio de aproximadamente 250 metros.

Seis viaturas foram acionadas, entre elas duas com equipe especializada em Operações com Produtos Químicos, Biológicos, Radiológicos e Nucleares (PQBRN).

Um corredor de descontaminação - um sistema simples para descontaminação dos militares e civis - foi instalado caso houvesse necessidade.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade