Publicidade

Estado de Minas PANDEMIA

Cabines de desinfecção que custaram cerca de R$ 1 milhão são retiradas em Alfenas

Segundo o Ministério Público, os 60 equipamentos instalados na cidade não têm eficácia no combate ao novo coronavírus; MP deu prazo de 48 horas à prefeitura


11/11/2020 20:20 - atualizado 11/11/2020 20:40

Cabines começam a ser retiradas em Alfenas(foto: Gilson Leite/divulgação )
Cabines começam a ser retiradas em Alfenas (foto: Gilson Leite/divulgação )
A Prefeitura de Alfenas, no Sul de Minas Gerais, começou a retirar as cabines de desinfecção instaladas em vários pontos da cidade. O município gastou cerca R$ 1 milhão em 60 equipamentos que, segundo o Ministério público, não têm eficácia no combate ao novo coronavírus.

 

Segundo a prefeitura, as cabines foram instaladas no mês passado e o valor licitado foi de R$ 988.092,00 para a empresa JP Solution de Serviços e Empreendimentos, no período pré-estabelecido de 180 dias.

 

De acordo com o Ministério Público, os equipamentos não são recomendados pela Anvisa e, por isso, estipulou o prazo de 48 horas para a prefeitura fazer a retirada. O documento foi assinado pela promotora de Justiça, Gisele Stela Martins Araújo, no dia 5 de novembro.

 

A prefeitura informou que recebeu a notificação na última sexta-feira (6). “Nós acatamos a recomendação do Ministério Público. As cabines foram desativadas no mesmo dia e a empresa, dona dos equipamentos, começou a fazer a retirada”, diz assessoria de imprensa da prefeitura.

 

Além disso, o MP determinou que a licitação fosse cancelada e a prefeitura vai precisar comprovar com documentos se houve ou não algum pagamento à empresa contratada. “A prefeitura não comprou as cabines, seria uma espécie de aluguel e a empresa ficaria responsável pela manutenção. Mas a licitação já foi cancelada e a prefeitura não chegou a fazer nenhum pagamento”, afirma.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade