Publicidade

Estado de Minas ESTABILIDADE

COVID-19: Sete Lagoas descarta óbito suspeito e segue sem mortes há 21 dias

Morte de mulher de 104 anos no último dia 9, que estava internada na UPA, não teve relação com complicações provenientes do coronavírus


11/11/2020 13:39 - atualizado 11/11/2020 13:44

Morte de idosa de 104 na UPA estava sendo investigada desde o dia 9, mas óbito por coronavírus foi descartado(foto: PMSL/Divulgação)
Morte de idosa de 104 na UPA estava sendo investigada desde o dia 9, mas óbito por coronavírus foi descartado (foto: PMSL/Divulgação)
A Secretaria Municipal de Saúde de Sete Lagoas, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, descartou nesta quarta-feira (11) que um óbito em investigação, ocorrido na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) na segunda-feira, fosse em decorrência de COVID-19. Tratava-se de uma idosa de 104 anos. Desta forma, a cidade permanece sem mortes por coronavírus desde 21 de outubro.

Segundo o boletim epidemiológico municipal desta quarta-feira, os casos suspeitos de síndrome gripal inespecífica tiveram alta de 0,78% entre ontem e hoje. São 223 pessoas sendo monitoradas pela Secretaria Municipal de Saúde, menor número desde o dia 23 de junho, quando 204 pessoas eram acompanhadas.

Já são 11.367 exames negativos para COVID-19 desde o início da pandemia. O monitoramento já foi encerrado para 1.729 suspeitos com síndrome gripal inespecífica.

O número de casos positivos agora é de 3.317, com a confirmação de mais 27 contaminações: 16 mulheres e 11 homens. Sete Lagoas segue com 61 óbitos desde o início da pandemia, com nove pacientes hospitalizados, 43 se recuperando em casa e 3.204, ou seja, 96,6%, já curados.

Os hospitais de Sete Lagoas têm hoje 33 pacientes internados com Síndrome Respiratória Aguda Grave, 21 deles em enfermarias e 12 em UTIs. Entre os pacientes internados em UTIs, oito são da cidade. Os demais vieram de Pompéu, Maravilhas, Inhaúma e Cachoeira da Prata. A taxa de ocupação de leitos de UTI COVID-19 na cidade, somando-se os do SUS e os da saúde suplementar, está hoje em 19,6%.

No Hospital Municipal, são 11 pacientes internados na Ala COVID-19 (seis deles em UTI), no Hospital Nossa Senhora das Graças são 16 internados (nos leitos do SUS são seis em enfermaria e três em UTI), no Hospital da Unimed são cinco pacientes, sendo um em UTI. Na UPA há uma internação em enfermaria. Entre os internados, 16 testaram positivo para COVID-19, 12 tiveram resultado negativo e cinco aguardam resultados de exames.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade