Publicidade

Estado de Minas Solidariedade

Campanha na internet 'salva' menino, que passa por cirurgia e tem alta na véspera de completar 8 anos

Mãe mobiliza amigos e pais de coleguinhas nas redes sociais para conseguir doação de sangue para viabilizar a cirurgia do filho; estoque do Hemominas está baixo devido ao menor número de doações durante a pandemia


09/11/2020 18:38 - atualizado 11/11/2020 20:19

A felicidade de Gabriel recebendo alta do hospital (foto: Arquivo Pessoal)
A felicidade de Gabriel recebendo alta do hospital (foto: Arquivo Pessoal)
Por pouco, a cirurgia ortopédica de Gabriel Icasatti, de 7 anos, no Hospital da Baleia, não foi desmarcada. Após apresentar uma luxação no quadril, o garoto, com síndrome de Down, precisava fazer sua segunda cirurgia para tratar o mesmo problema. Mas o estoque de sangue estava muito baixo e o procedimento, marcado para a ultima sexta-feira (6), corria o risco de ser cancelado. Foi então que o médico ortopedista Leonardo Cury incentivou a família do menino a fazer uma mobilização nas redes sociais, pedindo doações de sangue necessárias para a cirurgia acontecer. 

A mãe de Gabriel, Karina Icasatti, não pensou duas vezes e começou a engajar familiares, amigos e internautas. Em 26 de outubro, ela deu início à campanha de doação. Em menos de 10 dias, foram mais de 70 doares, e a cirurgia ocorreu, graças à solidariedade das pessoas que se mobilizaram. 
 
“Fizemos campanha no Facebook, Instagram e nos grupos de WhatsApp. Na primeira cirurgia, eles falaram que ele precisava de 300ml de sangue, o que daria em média 20 doadores. E ele só usou quatro. A primeira cirurgia foi para colocar uma placa do lado esquerdo do quadril e agora, na segunda, foi para retirar essa e colocar no lado direito”, explica Karina. 

Ela conta que ficou muito emocionada e feliz diante da mobilização. “Não só o Gabriel, mas outras crianças vão ser ajudadas com a doação. O Hemominas trabalha com reposição, então, quando vi que os amigos estavam pedindo pros amigos dos amigos, aquilo foi emocionante”. 

Karina colocou seu número de telefone nas postagens, para que as pessoas pudessem confirmar a veracidade do pedido. “Muita gente começou a ligar. Gente que eu nem sei de onde surgiu e de como ficou sabendo. Amigos do meu marido do trabalho, que a gente nem tinha avisado, de outras empresas que ele já tinha trabalhado, entraram em contato para saber da cirurgia. Então foi uma mobilização muito bonita.” 

A campanha contou também com uma ajuda muito especial. Marina, de 10 anos, irmã de Gabriel, pediu para os coleguinhas, na aula on-line, que avisassem aos pais para fazerem a doação de sangue, para seu irmão. “Então os amiguinhos fizeram campanha pros pais e para os amigos dos pais. Foi tão lindo porque as crianças começaram a me mandar mensagem avisando que seus pais iam doar sangue para o Gabriel. Foi muito lindo ver a campanha partindo das crianças”, conta Karina.
 
Gabriel e a irmã Marina, que fez campanha entre os colegas de aula on-line(foto: Arquivo pessoal)
Gabriel e a irmã Marina, que fez campanha entre os colegas de aula on-line (foto: Arquivo pessoal)
 

Mesmo após conseguir os doadores para a cirurgia do filho, Karina decidiu continuar a campanha nas redes sociais. “Eu fiz no meu Instagram um pedido, agradecendo às pessoas que ajudaram a gente e pedindo para quem não conseguiu doar ou que não pode doar naquela data para o Gabriel, que continuem. Para ajudar outras pessoas porque o estoque continua baixo. É uma corrente do bem”. 

A mãe do menino conta que, no final das contas, ele acabou não precisando de nenhuma bolsa de sangue. “Ele tava tão bem de saúde que ele não teve o sangramento exagerado. Então ele não precisou usar nenhuma (bolsa de sangue). As doações todas, graças à Deus, vão ajudar outras pessoas”.  

Gabriel já passou pela cirurgia e recebeu alta no domingo (08), a tempo de comemorar mais um ano de vida. Nesta segunda-feira (09) ele completa 8 anos. “É uma alegria danada poder passar o aniversário dele em casa. Não vai ter festa, mas a festa é ele estar bem, com saúde”. 

“Eu queria agradecer a toda equipe do Hospital da Baleia, aos médicos, a equipe técnica da UTI. Eles têm uma atenção, um carinho e um acolhimento. E o doutor Leonardo é um espetáculo, é um médico sem igual. Ele ligando domingo para saber como o Gabriel estava, para poder dar alta pra ele. Ligou pra saber como ele está se adaptando em casa. Eu percebi esse carinho e atenção do hospital com todos, independentemente de ser plano de saúde ou atendimento pelo SUS. Quanto mais pessoas souberem do trabalho e puderem ajudar, melhor”. 

Estoque baixo 


Mais do que nunca, as doações de sangue são necessárias neste momento. Desde o mês de março, no início da pandemia, o estoque de sangue no hospital está baixo. Segundo a direção do Hospital da Baleia, de lá pra cá, com a retomada gradativa das cirurgias eletivas, algumas tiveram que ser canceladas por falta de todos os tipos sanguíneos. Recentemente houve cancelamento por falta de "A" positivo e "O" positivo. O hospital utiliza, em média, de 350 a 380 hemocomponentes por mês, entre bolsas de sangue e plaquetas. 

Para que as cirurgias já agendadas ocorram, é necessária doação para todos os tipos sanguíneos, mas principalmente para tipos com fatores Rh negativos. O Hospital da Baleia e outros realizam diariamente, o fluxo de solicitação de hemocomponente ao Hemominas. São solicitadas bolsas de sangue de acordo com a quantidade de reservas para cirurgias programadas e também para atendimento de urgência do hospital. 

Além da pandemia ter contribuído para a baixa nas doações, a aproximação do fim de ano também é preocupante. Isso porque é uma época do ano em que, historicamente, há diminuição no número de doações. Além de evitar o cancelamento de cirurgias, ter sangue em estoque é imprescindível para o hospital, uma vez que as crianças em tratamento oncológico estão sempre precisando de transfusão. 
 
É possível fazer agendamento on-line para doação no Hemominas, basta clicar aqui 
 
*Estagiária sob supervisão 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade