Publicidade

Estado de Minas INAUGURAÇÃO

Casa Funarte Liberdade abre as portas em Belo Horizonte

Novo equipamento passa a integrar o Circuito Liberdade, roteiro turístico da capital que acaba de ser ampliado até os limites da Avenida do Contorno


09/11/2020 14:23 - atualizado 09/11/2020 14:52

BH ganhou mais um espaço cultural e de turismo(foto: Gladyston Rodrigues/DA Pres-Em)
BH ganhou mais um espaço cultural e de turismo (foto: Gladyston Rodrigues/DA Pres-Em)
Belo Horizonte ganhou um novo espaço de cultura e turismo. A Casa Funarte Liberdade foi inaugurada na manhã desta segunda-feira (9), no  prédio mais conhecido como "Rainha da Sucata", na Praça da Liberdade. A estrutura dará suporte ao projeto turístico da capital, que ampliou o circuito Liberdade para toda a região no interior do círculo da Avenida do Contorno.

O edifício Tancredo Neves, que chama atenção por sua arquitetura pós-modernista, faz parte do Circuito Cultural e Turístico Liberdade, um dos maiores conjuntos de espaços culturais do país,  ue foi cedido à Fundação Nacional de Artes (Funarte) pela secretaria de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais e abrigará espaço com ampla programação de música, dança, teatro, artes visuais, artes integradas e poesia.  

A agenda cultural da Casa Funarte Liberdade contará com a participação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), por meio dos projetos Bossa Criativa - Arte de Toda Gente, Um Novo Olhar e Sitema Nacional de Orquestras Sociais.

O propósito, com mais este espaço na cidade, segundo o governador Romeu Zema (Novo), que participou da inauguração do espaço, é "tornar o circuito mais atrativo na reativação da economia mineira, que depende muito da atividade cultural, bastante afetada pela pandemia."
 
O governador aproveitou a oportunidade para falar sobre as eleições municipais, disse que vem acompanhando a campanha e as pesquisas e que espera "que a população de Belo Horizonte eleja um bom prefeito para a cidade".
 
O Ministro do Turismo, Marcelo  Álvaro Antônio, ressaltou a importância do equipamento público e a "parceria entre governos federal e do estado, que cedeu o espaço." Ele lembrou que o Ministério do Turismo (MTur) e a Secretaria Especial de Cultura (Secult) apoiaram a revitalização da edificação e garantiram um aporte de R$ 1 milhão, "proporcionando não só ao cidadão de Belo Horizonte,  mas a todos os visitantes, desfutarem mais esse espaço cultural na cidade."
 

Rainha da Sucata

 
Com área total de 1.547 m2, o imóvel tem quatro pavimentos e um subsolo de 258 m2, com elevador e ar condicionado. Abriga um teatro de arena para 400 espectadores. O presidente da Fundação, Lamartine Holanda, ressaltou que a "Casa Funarte Liberdade é o mais novo espaço nacional das artes em terras mineiras, em endereço emblemático da pós-modernidade. Sua arquitetura diferente e o aproveitamento de materiais metálicos, com cores fortes, não combinavam com os prédios nos arredores da Praça da Liberdade. Obra de arte traquinas, que provoca e sugere; e que se reinventa de tempos em tempos"
 
O edifício Tancredo Neves é um projeto assinado por Sylvio Podestá e Éolo Maiana na década de 1980. Situado na avenida Bias Fortes, esquina com Praça da Liberdade, se destaca pela concepção ousada e pelo uso de materiais diversos e cores fortes em sua fachada, em estilo pós-modernista.
 
Na inauguração, Leônidas Oliveira, secretário de Cultura do estado, lembrou que há 15 dias o governo do estado, em parceria com o Ministério do Turismo, "lançou projeto da criação da primeira rota turística da capital, oriunda do Circuito Liberdade. Esse espaço foi ampliado para avenida do Contorno, expondo todo o projeto, inaugurado em 1896 e elaborado pelo arquiteto urbanista Aarão Reis. Ele será a mola propulsora do turismo da capital, ligando-a às demais cidades da região metropolitana."
 

Os projetos

 
Em 2020,  a Funarte investiu no Programa Funarte de Toda Gente mais de R$ 20 milhões. Deste total, R$ 14 milhões destinam-se a os projetos em parceria com a UFRJ, que passam a integrar também o circuito Liberdade.
 
Bossa criativa -Arte deToda Gente, consiste em programação online e presencial, de espetáculos com artistas de todo o país, em cidades que compõem o Patrimônio Mundial Histórico e Natural da Unesco. Reúne também atividades de formação em criação e produção artísticas.
 
Um novo Olhar (UNO) - Reúne cursos de treinamento de arte-educação, como oficinas de acessibilidade cultural, artes visuais para educadores de crianças com deficiência, workshops de capacitação para regentes de coros e instrutores de música interessados em acessibilidade para pessoas com deficiência.
 
Sistema Nacional de Orquestras Sociais (Sinos) - Capacitação pedagógica direcionada a projetos orquestrais de inclusão social. Tem como alvo capacitação de professores, alunos (instrumentistas) e regentes.

A gestora regional da Funarte, Fabiane Aguiar, disse que o novo espaço será um centro de referência das artes visuais, da era digital, trazendo para perto a cultura popular, teatro de rua e que ganha ainda mais imprortância por constituir um espaço aberto, que poderá receber pessoas, mesmo em meio às restrições da pandemida." 
 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade