Publicidade

Estado de Minas Crime

Polícia ainda não tem pistas sobre assassinato e esquartejamento de mulher em Betim

Restos mortais foram encontrados pelo motorista de um carro em uma estrada vicinal


02/11/2020 14:31 - atualizado 02/11/2020 14:50

Crime ocorreu na cidade de Betim, Região Metropolitana de BH(foto: Jair Amaral/EM/D.A Press - 7/1/09)
Crime ocorreu na cidade de Betim, Região Metropolitana de BH (foto: Jair Amaral/EM/D.A Press - 7/1/09)
A Polícia Civil de Betim ainda não tem pistas do assassino de uma mulher, cujo corpo foi encontrado numa estrada vicinal conhecida como “Estrada Real”, na periferia de Betim, na tarde desse domingo (1º). A cabeça e uma perna estavam separados do corpo. Tudo estava em adiantado estado de decomposição.

Os detetives que trabalham no caso dizem que ainda não têm uma resposta para o caso. As investigações já tiveram início. Os policiais checam primeiro, o arquivo de pessoas desaparecidas.

Além disso, um pedido está sendo feito à população, tanto de Betim, como das cidades no entorno, para que as pessoas denunciem em caso de alguma mulher desaparecida, pois a queixa pode não ter sido formulada ainda.

O relatório diz que a cabeça estava a cerca de um metro do corpo, e a perna, a dois. Não está descartada a hipótese de que as partes tenham sido arrastadas por animais.

Segundo os peritos que estiveram no local, a vítima teria morrido há 10 dias. Devido ao adiantado estado de decomposição, não pode ser definida a causa. Isso somente sabido depois dos exames que começarão a ser feitos nesta terça-feira (3), no Instituto Médico Legal (IML), para onde o corpo foi levado.

 

O corpo foi encontrado por um motorista, que parou o carro para urinar. Ao entrar no mato, ele deparou com os restos mortais e chamou a polícia.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade