Publicidade

Estado de Minas LEI SANSÃO

Homem é indiciado por arrastar cão por sete quilômetros no interior de MG

Homem amarrou cachorro em uma carroça puxada por um jumento, em Jacinto, Região Nordeste do estado


27/10/2020 17:17 - atualizado 27/10/2020 17:43

Município de Jacinto, onde ocorreu o crime(foto: Altair Mendes/Wikimedia Commons)
Município de Jacinto, onde ocorreu o crime (foto: Altair Mendes/Wikimedia Commons)
Um homem foi indiciado por maus-tratos a um cão, que ficou gravemente ferido, depois de ter sido arrastado por sete quilômetros. O fato aconteceu em Jacinto, Região Nordeste de Minas Gerais, próximo a Almenara.

O crime aconteceu no início de outubro e a denúncia chegou à polícia por meio de um vídeo. O inquérito foi remetido nesta terça-feira (27) para a Justiça.

Segundo o relatório da polícia, o indiciado teria amarrado seu cão a uma carroça, puxada por um jumento, e se deslocado por cerca de sete quilômetros arrastando o animal ao longo de uma estrada.

O homem será indiciado pela Lei Sansão, sancionada em 29 de setembro pelo presidente Jair Bpolsonaro e que aumentou a punição a quem maltratar cães e gatos.

 

Segundo a nova lei, o agressor fica sujeito a pena de dois a cinco anos de prisão, e não mais à detenção de três meses a um ano, como era estabelecido no Artigo 32 da Lei de Crimes Ambientais.

A nova legislação prevê, ainda, que seja aplicada multa ao infrator e tira dele a guarda do animal.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade