Publicidade

Estado de Minas VIOLÊNCIA

Cresce número de furtos de bicicletas em garagens de prédios de BH

Polícia Militar alerta para algumas medidas importantes para impedir a ação dos assaltantes


10/10/2020 19:35 - atualizado 10/10/2020 19:47

Furto no Prado ocorreu pouco antes das 6h(foto: Reprodução de vídeo)
Furto no Prado ocorreu pouco antes das 6h (foto: Reprodução de vídeo)

Desde o início da quarentena, causada pela pandemia de COVID-19, um objeto de consumo passou a ser muito cobiçado por ladrões: a bicicleta. O total de furtos, de janeiro a julho, de acordo com levantamento do Observatório de Segurança Pública/Reds/Sejusp, aumentou 26,72% em relação ao ano passado, sendo que a maioria ocorreu em garagem de prédios.

Com o fechamento de academias e clubes, muitas pessoas passaram a utilizar a bicicleta para manter a forma e se exercitar, o que pôde ser notado nas ruas da capital mineira. O número de ciclistas aumentou consideravelmente e, para a Polícia Militar, foi o suficiente para chamar a atenção dos oportunistas.

Para se ter ideia, de janeiro a julho de 2019, o número de ocorrências registradas de roubo de bikes foi de 96 – no ano inteiro foram 175. Em 2020, até agora, já são 131. Numa projeção feita pelos órgãos de segurança, o número total este ano pode chegar, facilmente, a um aumento de 50%.

As vítimas se sentem vulneráveis e, por isso, temem revelar seus nomes. M., por exemplo, que reside no Prado, conta que assim que a quarentena teve início, ela e o marido colocaram as bicicletas na garagem, atrás do carro da família, com a proteção, pendurada num gancho, com a roda travada por cabos de aço e um cadeado.

“Não adiantou”, diz ela, que num fim de semana, de sábado para domingo, teve as duas bicicletas roubadas. “Ficamos uns dois meses sem andar de bike. Meu marido saiu para fazer uma compra e, quando voltou, deu falta das bicicletas. Ele chegou em casa me perguntando se as tinha mudado de lugar, para lavar”, conta M.

G. é sindico de um prédio, onde uma bicicleta também foi roubada, na mesma região. “O prédio é novo. De repente, uma bicicleta foi roubada na garagem. Fazemos parte de uma rede de vizinhos, que tem a Polícia Militar como participante e me chamou a atenção o grande número de queixas nesse tipo de roubo.”

Ele conta que chamou a Polícia Militar e que o parecer dos policiais foi de que os ladrões se aproveitaram da facilidade do portão da garagem, que tiraram dos trilhos. “O parecer da polícia foi de que foi oportunismo dos ladrões. Entraram facilmente e depois levaram o que seria mais fácil”. O roubo ocorreu pouco antes das 6h e as câmeras filmaram tudo (veja vídeo acima).

 

Em outro prédio na mesma rua, algumas semanas antes, um ladrão entrou da mesma forma, só que de madrugada, e levou uma bicicleta importada. Segundo o morador que foi vítima do furto, a ação do assaltante foi facilitada por não haver alarme de presença na garagem do prédio, o que já foi corrigido pelo condomínio, assim como o reforço no portão.

 

Vale ressaltar que o número de furtos e roubos deve ser bem maior, já que muitas pessoas não registram a ocorrência.

Cuidados e dicas

Oportunismo foi também o parecer do roubo das duas bicicletas na casa de M. Os dois casos foram analisados pela tenente Ariane Lorena Oliveira de Souza, do 22º BPM. Segundo ela, o interesse nesse tipo de furto aumenta muito devido ao fato de que a bicicleta se tornou uma alternativa para se manter a forma. “Tem muito mais gente pedalando nas ruas que antes da pandemia.”

“Os ladrões estão sempre atentos a oportunidades. Por exemplo, os portões de garagens de prédios são frágeis, em especial aqueles que têm trilhos. Seria importante que cada síndico mandasse soldar uma trava, na parte de cima, o que impediria que esses portões fossem retirados dos trilhos. É muito importante que, ao comprar e instalar um portão, se faça isso”, diz a tenente.

Outra dica dada pela tenente diz respeito à amarra, de quando a pessoa está na rua e precisa prender a bike num poste ou portão ou grade. “Aquelas travas, que são na verdade um cabo de aço coberto por uma mangueira, são um facilitador para os ladrões. Com um simples alicate, eles cortam o cabo de aço. O ideal é que a bicicleta seja presa com uma corrente de aço, grossa, presa com um cadeado, dos grandes. É muito mais seguro. Quase impossível de serem cortadas.”

Bikes recuperadas

O número de roubos a lojas de bicicletas também aumentou na cidade. Na madrugada de quarta-feira, a loja 79 Bikes, na Avenida Raja Gabaglia, foi roubada, com os ladrões levando três bicicletas, avaliadas em R$ 130 mil (uma de R$ 70 mil, uma de R$ 50 mil e outra de R$ 10 mil), além de outros equipamentos.

Nos primeiros levantamentos, os policiais obtiveram informações que ladrões especialistas do Aglomerado Morro das Pedras seriam os autores. Numa batida no local, a história se confirmou, com a prisão de um dos autores do furto. As três bicicletas foram recuperadas, junto com as peças. O preso foi levado para o Ceflan do Barreiro. As bicicletas foram devolvidas à loja.

Nota oficial da PMMG

Informamos que a Polícia Militar atua de forma ininterrupta no patrulhamento ostensivo com vistas a prevenir o cometimento de toda e qualquer infração penal (nossa missão constitucional), o que inclui os furtos e roubos de bicicletas.

Sobre dicas preventivas aos ciclistas, recomendamos para priorizar locais onde haja um número maior de pessoas, quando em trânsito. Se forem estacionar a bicicleta, usem cadeados que possam oferecer uma maior segurança e eleger lugares que transmitam confiança.

Vale ressaltar que a Polícia Militar está disposição da sociedade 24 horas por dia e, caso precise, o cidadão deve acioná-la o quanto antes, por meio do 190, para que assim a resposta seja mais efetiva na localização e prisão em flagrante dos infratores e recuperação do produto do crime.

Furtos e roubos de bikes em números

Roubo e furto são crimes contra o patrimônio. Furto é crime menos grave, pois não há violência. Roubo ocorre com ameaça e violência.

 

2019

Furtos

Janeiro a julho: 96
Total no ano: 175

Roubos
Janeiro a julho: 8
Total no ano: 12

2020

Furtos
Janeiro a julho: 131

Roubos
Janeiro a julho: 6


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade