Publicidade

Estado de Minas

Homem atropela e mata a ex-sogra em Belo Horizonte

Mulher de 60 anos chegou a ser levada para um hospital, onde morreu. Ao ser preso, no estacionamento de uma igreja, o homem disse que a intenção dele era matar a filha dela, com quem teve um relacionamento


10/10/2020 13:05 - atualizado 10/10/2020 15:55

Após ser preso, homem foi levado para a Ceflan I, no Bairro Floresta(foto: Reprodução da internet/Google Maps)
Após ser preso, homem foi levado para a Ceflan I, no Bairro Floresta (foto: Reprodução da internet/Google Maps)


Um homem de 42 anos foi preso por matar atropelada a ex-sogra, de 60, na noite dessa sexta-feira no Bairro Paraíso, Região Leste de Belo Horizonte. Após o crime, ele fugiu para uma igreja evangélica, onde foi encontrado pela polícia. De acordo com o boletim de ocorrência, ele disse que a intenção dele era matar a filha da vítima, também de 42 anos. 

O crime ocorreu por volta das 21h. Testemunhas disseram à Polícia Militar (PM) que a idosa estava na porta de casa quando uma caminhonete Hylux a atingiu na calçada. O impacto foi tão forte que o portão da residência caiu. As pessoas disseram que o autor estava na direção do carro e fugiu em seguida. 

A mulher foi levada pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) ao Hospital João XXIII. Ela foi encaminhada ao bloco cirúrgico, mas, algum tempo depois, a morte dela foi confirmada por politraumatismo. 

Durante o atendimento da ocorrência, os militares receberam informações de que o criminoso havia ligado para a ex-companheira, e que ele estaria no estacionamento de uma igreja evangélica no Bairro Lagoinha, Região Noroeste da cidade. 

Os policiais foram até o local e encontraram uma testemunha que estava na igreja e afirmou ter visto o homem chegar contando que havia atropelado a ex-sogra. De lá, a PM foi chamada. O homem foi encontrado com o carro usado no crime. 

De acordo com a polícia militar, o homem preso disse que mantinha um relacionamento com a mulher de 42 anos e alega ter descoberto que ela seria garota de programa, mantendo uma página erótica na internet. Então, na noite passada ele saiu com uma faca para matá-la, mas acabou encontrando a sogra primeiro e lançou o carro contra ela. A faca mencionada por ele estava dentro do carro. O homem foi preso e encaminhado a uma delegacia da Polícia Civil. Ele foi autuado em flagrante e será conduzido ao sitema prisional.

“Defesa da honra”


Na edição deste sábado, quando é celebrado o Dia Nacional de Luta contra a Violência à Mulher, o Estado de Minas mostra a volta de um “fantasma” que livra agressores e assassinos de mulheres. Reabilitada pelo Judiciário, a tese da “legítima defesa da honra”, usada por advogados de agressores e apresentada pela primeira vez há cerca de oito décadas em um júri em Ouro Preto, assombra novamente aqueles que lutam pelos direitos femininos – inclusive o mais fundamental deles, o direito à vida. O caso mais recente envolve um ataque na cidade mineira de Nova Era. A 1ª Turma do Supremo Tribunal Federal manteve a absolvição de um homem que confessou ter tentado matar a ex a facadas, em 2016, sob a justificativa de suspeita de traição. 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade