Publicidade

Estado de Minas GAIOLAS E ARMAS

Dois homens são autuados por tráfico de pássaros silvestres em Águas Formosas

Dupla usava casa como depósito de animais, que ficavam em gaiolas e depois eram comercializados


08/10/2020 17:21 - atualizado 08/10/2020 17:59

Prisões e capturas de animais ocorreram na Rua Frei Samuel, no Centro de Águas Claras(foto: PM/Divulgação)
Prisões e capturas de animais ocorreram na Rua Frei Samuel, no Centro de Águas Claras (foto: PM/Divulgação)

Nesta quinta-feira (8), dois homens foram presos por tráfico de animais silvestres, em Águas Formosas. Com eles, foram resgatados 17 pássaros. Além disso, um vasto material foi apreendido, como gaiolas e arapucas, além de armas.
 
As prisões e capturas de animais aconteceram na Rua Frei Samuel, 309, no Centro de Águas Formosas. A Polícia Militar Ambiental recebeu a denúncia de que a casa seria um depósito de pássaros silvestres, que de lá eram vendidos e distribuídos.

Segundo informações, não só pássaros seriam mantidos em cativeiro, mas haveria armas na casa, o que se confirmou. Segundo os sargentos Gilmar e Vanzesso, que comandaram a operação, com a chegada dos policiais, um dos homens contou que os pássaros seriam de sua criação, e que seria seu hobbie, negando que comercializava os animais.

Nas buscas realizadas na casa e no terreno, foram encontrados 13 gaiolas, nove alçapões, quatro redes de nylon e quatro espingardas artesanais. Os homens foram multados em 5.550 UFEMGs, o que corresponde a um valor de R$ 20.599,38. Eles foram levados para a Delegacia de Águas Formosas. Os pássaros foram levados para a zona rural da cidade, onde foram libertados.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade