Publicidade

Estado de Minas IMUNIZAÇÃO

Campanhas de multivacinação e contra a poliomielite começam nesta segunda em BH

Expectativa é imunizar cerca de 105 mil crianças de 1 a 4 anos com a vacina oral contra a paralisia infantil (VOP), a famosa gotinha


05/10/2020 12:28 - atualizado 05/10/2020 12:57

(foto: PixaBay/Reprodução)
(foto: PixaBay/Reprodução)
Começam nesta segunda-feira (5), as campanhas de vacinação contra a poliomielite e de multivacinação. Em Belo Horizonte a expectativa é de vacinar cerca de 105 mil crianças de 1 a 4 anos com a vacina oral contra a paralisia infantil (VOP), a famosa gotinha. As campanhas vão até o dia 30 de outubro e, mesmo com a pandemia da COVID-19, é imprescindível que pais e responsáveis procurem os postos de saúde já que a vacina é de fundamental importância para manter a erradicação da poliomielite no país.

Na campanha, também está sendo oferecida a vacina de poliomielite inativada (VIP) para crianças que ainda não tiverem recebido nenhuma dose. Já a estratégia de multivacinação, segundo a Secretária de Saúde de BH, tem como objetivo atualizar a caderneta de vacinas de crianças e adolescentes de zero a 14 anos.

As vacinas disponíveis para atualização das cadernetas das crianças e adolescentes são: BCG, pentavalente, rotavírus, hepatite A, hepatite B, meningo C, meningo ACWY, pneumo 10, tríplice bacteriana, tríplice viral, varicela, febre amarela, HPV, dupla adulto e tríplice bacteriana tipo adulto. Essas vacinas serão aplicadas conforme a necessidade individual de imunização, por isso os responsáveis devem levar o cartão de vacinação para conferência das doses aplicadas e uma melhor avaliação das vacinas e doses pendentes. 

A vacinação é realizada em todos os Centros de Saúde de Belo Horizonte. Os endereços e horários de funcionamento das unidades podem ser acessados no portal da prefeitura

Vacinação e pandemia

De acordo com a Secretária Municipal de Saúde, em Belo Horizonte, mesmo diante da pandemia de Covid-19, todos os Centros de Saúde permanecem abertos e as salas de vacina seguem funcionando normalmente. Os espaços de vacinação têm entradas separadas dos demais atendimentos e os profissionais atendem somente na imunização.

O órgão informou ainda que todos os profissionais foram orientados quanto à proteção e cuidados contra o novo coronavírus.

Para entrada nas unidades de saúde é obrigatório o uso de máscaras. Em crianças até dois anos não é indicado o uso de máscaras.

 
Vacinação contra sarampo em adultos

Em outubro também está sendo realizada a campanha de intensificação da vacina contra o sarampo para adultos entre 20 e 49 anos. Para a proteção contra o sarampo são necessárias duas doses para quem tem até 29 anos. A vacinação contra sarampo de 20 a 49 anos é realizada com aplicação indiscriminada da vacina, ou seja, mesmo os que já têm o cartão em dia pode receber a vacina. 
 
 
*Estagiária sob supervisão do subeditor Frederico Teixeira 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade