Publicidade

Estado de Minas PAMPULHA

Igrejinha de São Francisco de Assis, em BH, reabre neste domingo com missas para apenas 18 pessoas

Tradicional bênção dos animais foi cancelada e fiéis devem obedecer protocolo sanitário


03/10/2020 14:49 - atualizado 03/10/2020 14:56

A a igrejinha foi preparada e adaptada seguindo o protocolo estabelecido pelas autoridades(foto: Edesio Ferreira/EM/D.A Press)
A a igrejinha foi preparada e adaptada seguindo o protocolo estabelecido pelas autoridades (foto: Edesio Ferreira/EM/D.A Press)
Retorno às celebrações religiosas, à beleza e ao encontro com a arte. A Igreja São Francisco de Assis, na Pampulha, em Belo Horizonte, volta a receber fiéis e turistas a partir deste domingo (4), às 10h30, na data consagrada ao padroeiro do templo e protetor da natureza. O templo vinculado à Arquidiocese de BH está fechado desde março, devido à pandemia do novo coronavírus, e a decisão para retomada das atividades foi decidida em reunião do Comitê Técnico Logístico-Sanitário da arquidiocese.

Denominada Capela Curial, a igrejinha foi preparada e adaptada seguindo o protocolo estabelecido pelas autoridades públicas em saúde e pela Arquidiocese de BH, para garantir o distanciamento social e outras medidas necessárias à prevenção da COVID-19. O local, originalmente capaz de receber 85 pessoas, acolherá grupos menores – de até 18 visitantes, para as missas, e até três pessoas, para visitas em outros momentos. Nas missas, haverá uma intercalação entre bancos ocupados e vazios. E cada banco acolherá apenas duas pessoas. 

As medidas buscam resguardar a distância mínima de dois metros entre as pessoas, conforme determina o documento Evangelização Missionária: um novo tempo, da Arquidiocese de BH, com diretrizes para as igrejas receberem os fiéis, durante as celebrações, neste tempo de pandemia. No interior da Igreja São Francisco de Assis, será obrigatório o uso máscaras. Haverá aferição da temperatura corporal na chegada dos visitantes, que terão, à disposição, tapetes sanitizantes e álcool em gel. Além dessas medidas de segurança, o templo será higienizado antes e depois de receber grupos.

Em nota, a arquidiocese informa que as missas na Igreja São Francisco de Assis são celebradas sempre aos domingos, às 10h30. Neste domingo (5), Dia de São Francisco, não haverá a tradicional bênção dos animais, que ocorre na entrada do templo, para evitar aglomeração de fiéis na orla da Lagoa da Pampulha. Exceto na segunda-feira, a Igrejinha poderá ser visitada todos os dias. O horário de visitas é das 8h às 17h. O agendamento para participar das missas deve ser feito na secretaria paroquial da Paróquia Santo Antônio, da Pampulha, pelo telefone (31) 3427-2866. 

TURISMO As visitas turísticas, ao longo da semana, serão por ordem de chegada. O valor da taxa de visitação é R$ 5– aos que têm mais de 65 anos, estudantes, pessoas com deficiência ou jovens de baixa renda, com idade entre 15 e 29 anos, é assegurada a meia-entrada. 

A reabertura ocorre exatamente um ano após o monumento ser reinaugurado, e apresentado à comunidade o trabalho de restauro conduzido com recursos do governo federal, via Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional ( Iphan). Ao lado dos prédios do Museu de Arte da Pampulha (MAP), Iate Tênis Clube e Casa do Baile, atual Centro de Referência em Arquitetura, Urbanismo e Design, a igrejinha, da década de 1940, é ícone do Conjunto Moderno reconhecido como Patrimônio da Humanidade pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). 

VEJA O PROTOCOLO DE REABERTURA

- Limitação da capacidade máxima do número de pessoas no templo, de 85 para até 18. 
 
- O tempo médio dedicado às visitas turísticas (orientadas por especialistas do Memorial Arquidiocesano) será de 20 minutos. Serão organizados grupos de até três pessoas.
 
- A partir do dia 4, a Igrejinha estará aberta de terça a domingo, das 8h às 17h. 
 
- Uso obrigatório de máscaras no interior do templo
 
- Aferição da temperatura das pessoas na entrada da Igrejinha. 
 
- Serão disponibilizados tapetes sanitizantes e álcool em gel. 
 
- Os bancos, originalmente capazes de acomodar até cinco pessoas, receberão, no máximo, dois visitantes. 
 
- Haverá intercalação entre bancos ocupados e bancos vazios, para garantir o distanciamento mínimo de dois metros. 
 
- O interior do templo será higienizado antes e depois das visitas.
 
- Na Festa de São Francisco, não haverá a tradicional benção dos animais, para se evitar aglomeração.
 
- Agendamento para participar das Missas deve ser feito por telefone: (31) 3427-2866.
 
- As visitas turísticas, durante a semana, serão por ordem de chegada e terão duração de aproximadamente 20 minutos. Serão grupos de três pessoas a cada vez.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade