Publicidade

Estado de Minas DUAS MIL RECLAMAÇÕES

Moradores de Conceição do Mato Dentro ficam quase 10 dias sem água

Apesar de a região ser reconhecida pela abundância de recursos naturais, conceicionenses precisam contar com a sorte para ter água em casa


24/09/2020 18:21 - atualizado 25/09/2020 10:55

Moradores de Conceição do Mato Dentro ficam quase 10 dias sem água(foto: Arquivo/DeFato )
Moradores de Conceição do Mato Dentro ficam quase 10 dias sem água (foto: Arquivo/DeFato )
A cidade de Conceição do Mato Dentro, localizada a 163 km de Belo Horizonte, é conhecida como a capital mineira do ecoturismo. Repleta de parques e muitas cachoeiras, o município é abundante em recursos naturais, principalmente em água. No entanto, moradores do Bairro Cuiabá, não conseguem ter a caixa d’água cheia nem um dia sequer. A falta de água no município já motivou mais de duas mil reclamações contra a Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa), responsável pelo abastecimento.

A falta recorrente do recurso nas casas é um problema que um morador, de 33 anos, não sabe mais como lidar. O técnico em mecânica, que preferiu não ser identificado, conta que ficar sem água no bairro é comum. Segundo ele, os moradores do local se surpreendem quando há água suficiente para realizar os afazeres domésticos, como lavar roupa. O morador afirma que o habitual é lidar com a falta de água durante no mínimo quatro dias corridos. Contudo, neste mês de setembro, os moradores chegaram a ficar quase 10 dias sem o recurso. 

Em período de pandemia, a preocupação dele é agravada, uma vez que, a água é um importante instrumento usado na limpeza e no cumprimento das medidas de segurança contra a Covid-19. “A falta de água aqui é direto e isso é terrível! Há um descaso com o bairro, as pessoas sofrem com a falta de abastecimento e precisam recorrer a vizinhos e parentes com um balde, para ter acesso ao recurso. Minha esposa reclamou com a Copasa porque a gente tem que economizar para não juntar sujeira em casa”, disse o técnico. 

Outro morador do bairro, também de 33 anos e que preferiu não se identificar, disse que o abastecimento no início da rua Santa Clara é precário. Às vezes, segundo o padeiro, a Copasa realiza o abastecimento do bairro durante a noite. Contudo, ainda assim é raro. “Quando a gente reclama com a Copasa, eles falam que é porque a empresa abastece os outros bairros primeiros e até chegar na gente demora. Durante o dia, se você abrir a torneira da rua não sai uma gota”, desabafa o morador que mora junto com mais três irmãos. 

Duas mil queixas

De julho de 2019 a janeiro de 2020, mais de duas mil reclamações foram registradas pelos conceicionenses contra a Copasa. Os dados são do relatório feito pela Agência Reguladora de Serviços de Abastecimento de Água e Esgotamento Sanitário de Minas Gerais (Arsae/MG).

Segundo a agência reguladora foram 2.367 reclamações contra o serviço prestado pela Copasa em na cidade. No documento, o órgão fiscalizador questiona a demora para resolução dos problemas e fala em situação “grave que requer medidas emergenciais”.
No detalhamento, os bairros Vila Caetado, Vila São Francisco e Córrego Pereira aparecem como os mais afetados pelo desabastecimento. Somadas, as reclamações dos moradores desses bairros chegam a 1.431 chamados. 

Obras de ampliação 

A Copasa informou que para aumentar a disponibilidade de água em Conceição do Mato Dentro iniciou em agosto deste ano, as obras de ampliação do sistema de abastecimento. A previsão é que a conclusão aconteça em até 18 meses. Enquanto isso, a companhia informou que realiza manobras operacionais no sistema de distribuição de água e disponibilizando caminhões-pipa para atender aos moradores da cidade.

Ainda segundo a Copasa, é necessário que os clientes registrem a situação de desabastecimento nos canais de atendimento da empresa, como site ou pelo aplicativo Copasa digital. O atendimento também está disponível por telefone, pelo número 115. Neste caso, o morador que estiver sem água deve informar o endereço completo do imóvel para que sejam tomadas as devidas providências. 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade