Publicidade

Estado de Minas PANDEMIA

Com alta nos casos de COVID-19, Campo Belo vai comemorar 141 anos com estabelecimentos fechados

Medida valerá entre sexta-feira (25) e segunda-feira (28), dia do aniversário da cidade; estabelecimentos podem ser multados caso desobedeçam as regras


23/09/2020 11:43 - atualizado 23/09/2020 12:12

(foto: Portal Voz/divulgação)
(foto: Portal Voz/divulgação)
A Prefeitura de Campo Belo, no Sul de Minas, está preocupada com a alta dos casos de COVID-19 na cidade e, por isso, decidiu fechar estabelecimentos e limitar os horários de funcionamento de outros serviços. A nova medida valerá entre sexta-feira (25) e segunda-feira (28), dia em que é comemorado o aniversário da cidade.

 

De acordo com a prefeitura, nas últimas 48 horas o município registrou quatro mortes em decorrência do novo coronavírus. “No boletim desta quarta-feira (23), vamos incluir mais uma morte. E nas últimas 24 horas foram 40 casos confirmados”, lamenta assessoria de imprensa da prefeitura.

 

Com esse aumento de casos de COVID-19, Campo Belo é a quinta cidade do Sul de Minas com mais registros, conforme os dados da Secretaria Estadual de Saúde (SES). Segundo o último boletim municipal, a cidade soma 1.013 casos confirmados e 23 óbitos. Dados do município apontam 26 pessoas internadas e seis ainda no Centro de Terapia Intensiva (CTI) na Santa Casa da Misericórdia. “Temos 10 leitos exclusivos para coronavírus, mas atendem outras cidades da região. Para ter uma ideia, no fim de semana precisamos deslocar pacientes para Divinópolis, no Centro-oeste do Estado e Oliveira, no Centro-sul”, diz.


Neste cenário de pandemia, a prefeitura decidiu fechar estabelecimentos e limitar os horários de funcionamento de outros serviços. “Queremos evitar aglomeração no feriado de aniversário da cidade. O decreto deixa claro que eventos como confraternizações e festas, mesmo que entre famílias, estão proibidas. “Quem desrespeitar pode ser multado”, explica.

 

O documento exige que bares, cervejarias, academias, igrejas, clubes sociais e outras atividades similares sejam fechados. “O decreto também prevê multa para os estabelecimentos que venham desobedecer às regras”, afirma.

 

Os demais estabelecimentos como supermercados, açougues, restaurantes, lanchonetes e similares terão horários limitados. “Esses vão funcionar na sexta e sábado das 7h às 19h e, no domingo, das 7h às 13h. Após este horário, só com delivery”, ressalta.

 

Farmácias, postos de combustível e borracharias seguem sem restrições de funcionamento, mas precisam obedecer às medidas de segurança. As clínicas médicas e odontológicas só podem atender casos de urgência e emergência.

 

Ainda de acordo com o documento, o serviço de transporte coletivo gratuito será suspenso entre sexta-feira e segunda.

 

 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade