Publicidade

Estado de Minas INCÊNDIO

Fogo destruiu mais de 100 hectares na Serra do Mel, em Montes Claros

Incêndio na área de preservação foi debelado nesta terça, depois de oito dias de queimadas


22/09/2020 16:24 - atualizado 22/09/2020 17:05

Foram empregados cerca de 30 bombeiros no combate às chamas(foto: Corpo de Bombeiros/divulgação)
Foram empregados cerca de 30 bombeiros no combate às chamas (foto: Corpo de Bombeiros/divulgação)
Depois de oito dias de trabalho de combate, nesta terça-feira (22), as equipes do Corpo de Bombeiros e brigadistas conseguiram controlar um incêndio florestal na Serra do Mel, área de preservação nas proximidades de Montes Claros, no Norte de Minas. Apesar da força-tarefa, os danos na área foram grandes. 


De acordo com 7º Batalhão de Bombeiros Militar (BBM) de Montes Claros, foram destruídos pelas chamas 107 hectares de vegetação. A causa do fogo teria sido um curto circuito na rede elétrica que passa no local das proximidades da Serra do Mel denominado “Fazendinha”.  


Na operação, informou o 7º BBM, foram empenhados 30 bombeiros, 11 brigadistas do Instituto Estadual de Florestas (IEF) e quatro militares do 55º Batalhao de Infantaria do Exército.

A ação contou ainda com o trabalho voluntário do ambientalista Eduardo Gomes, da Orgnização Não-Governamental (ONG) Instituto Grande Sertão (IGS). Ele realizou o monitoramento do fogo com o uso de drone.

 

No combate ao incêndio florestal na Serra do Mel foi usado um avião modelo Air Tractor, cedido pelo IEF. Com capacidade para o transporte de 1.900 litros, a aeronave fez diversos lançamentos de água sobre as chamas, em operação arriscada no terreno íngreme de árvores altas.

Também foi usado do helicóptero Pegasus, da Polícia Militar (PM), equipado com um Bambi Bucket, dispositivo utilizado para transportar e lançar aproximadamente 500 litros de água. 


Caminhão-pipa

 

A força-tarefa recorreu ainda a um caminhão-pipa com capacidade para 12 mil litros e outro caminhão para o transporte de pessoal, cedidos pelo Exército. Foram empregados vários veículos e motos do Corpo de Bombeiros. 

 

Além disso, o combate ao fogo contou com o apoio da prefeitura, Defesa Civil Municipal, da Copasa e de empresas da cidade. A população local também contribuiu com fornecimento de água mineral, frutas e outros alimentos para os bombeiros e brigadistas.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade