Publicidade

Estado de Minas CIRURGIAS PLÁSTICAS

Polícia apreende documentos em clínica de estética onde jovem morreu em BH

Cabeleireira de 20 anos morreu na última sexta, horas depois de realizar três procedimentos simultaneamente


15/09/2020 12:36 - atualizado 15/09/2020 13:54

Edisa desmaiou quatro horas após as cirurgias(foto: Reprodução da internet/Facebook)
Edisa desmaiou quatro horas após as cirurgias (foto: Reprodução da internet/Facebook)

Policiais civis recolheram documentos e prontuários na clínica de estética onde a cabeleireira Edisa de Jesus Soloni, de 20 anos, passou por cirurgias plásticasA jovem morreu no último sábado, horas depois dos procedimentos. O estabelecimento fica na Savassi, Região Centro-Sul de Belo Horizonte. 


Parentes e amigos da jovem fizeram um protesto na porta do estabelecimento na tarde dessa segunda-feira (14). Munido de faixas e cartazes, o grupo acusou o médico, que é dono da clínica, de negligência. 

De acordo com os familiares, o cirurgião teria convencido Edisa a realizar três procedimentos simultaneamente: lipoabdominoplastia (remoção de gordura e pele em excesso do abdômen), inserção da gordura retirada da barriga nos glúteos e lipo na papada. Todas as intervenções teriam sido feitas na própria clínica, já que o profissional avaliou que elas poderiam prescindir da estrutura hospitalar. As operações, segundo a família, custaram R$ 11 mil, pagos à vista.

Edisa desmaiou quatro horas após as cirurgias. O médico chegou a encaminhá-la ao Hospital Felício Rocho, mas a cabeleireira morreu pouco depois de dar entrada na instituição.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade