Publicidade

Estado de Minas Coronavírus

Cantor Parrerito apresenta evolução, mas segue sem previsão de alta

Boletim médico do hospital alega que músico, que testou positivo para COVID-19, teve sedação reduzida e permanece sedado


05/09/2020 15:38 - atualizado 05/09/2020 15:59

Cantor do Trio Parada Dura está internado desde o último sábado em BH(foto: Reprodução/Instagram)
Cantor do Trio Parada Dura está internado desde o último sábado em BH (foto: Reprodução/Instagram)
O cantor Parrerito, de 67 anos, integrante do Trio Parada Dura, apresentou neste sábado (5) uma melhora em seu quadro clínico. Após testar positivo para o coronavírus, o músico foi internado em um hospital de Belo Horizonte no último sábado (29/7) e, ao ter um mal súbito, foi intubado em estado grave, com 50% de comprometimento dos pulmões. 
 
De acordo com o boletim médico divulgado pelo hospital, Parrerito teve a sedação reduzida. Mas o cantor ainda continua internado na UTI com uso de respirador mecânico. Desde quarta-feira (2), ele vem mostrando evoluções, embora esteja sedado. Parrerito tem diabetes, o que requer maior cuidado em seu tratamento contra a COVID-19.

“Parrerito já não depende 100% do respirador, pois está participando da ventilação mecânica. Os exames bioquímicos e radiológicos continuam sem apresentar alterações. Ainda não há previsão de alta”, diz o boletim. 

O cantor faz a primeira voz do Trio Parada Dura – fundado em 1971 – desde o fim dos anos 1980, ao substituir o irmão Barrerito, que havia sofrido um acidente aéreo e depois optou por seguir outros projetos musicais em solo. Parrerito teve participação em vários álbuns de sucesso da banda sertaneja raiz.
 
Segundo a assessoria de imprensa do cantor, Creone e Xonadão, outros integrantes do Trio Parada Dura, testaram negativo para o coronavírus, mas seguem em quarentena nas suas casas. 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade