Publicidade

Estado de Minas BARES ABERTOS EM BH

'Matando a saudade', diz cliente no primeiro happy hour em cinco meses

Movimento é forte em reabertura dos bares no Bairro Buritis, Região Oeste de Belo Horizonte


04/09/2020 18:23 - atualizado 04/09/2020 20:51

Ver galeria . 3 Fotos A permissão para reabertura dos bares com venda de bebida alcoólica até as 22h foi o suficiente para ter mesas ocupadas no Buritis, Região Oeste de Belo Horizonte Túlio Santos/EM/D.A Press
A permissão para reabertura dos bares com venda de bebida alcoólica até as 22h foi o suficiente para ter mesas ocupadas no Buritis, Região Oeste de Belo Horizonte (foto: Túlio Santos/EM/D.A Press )
 
A permissão para reabertura dos bares com venda de bebida alcoólica até as 22h foi o suficiente para ter mesas ocupadas no Buritis, Região Oeste de Belo Horizonte. 

O corretor de imóveis Leandro Araújo Silva, de 34 anos, é um dos clientes que não via a hora de poder tomar cerveja num bar. "Estou matando a saudade, me sentindo bem anormal, porque já me acostumei com a rotina de isolamento. Mas aos poucos a gente se acostuma de novo", disse o rapaz, que foi sozinho ao Gori Grill, na Avenida Aggeo Sobrinho.

"Eu saí do escritório e vim direto. Homem solteiro sem boteco não dá certo", conta, bem-humorado. Ele já foi infectado pelo novo coronavírus e se recuperou bem, mas continua preocupado com a COVID-19. "Tomo todos os cuidados e vou evitar bares fechados", diz.

O proprietário do local, Rafael Gori, de 28, considerou importante a orientação da prefeitura antes da reabertura: "Achei que a prefeitura fez bem em dar as recomendações. Vieram aqui, explicaram o que tinha que fazer sobre o distanciamento, as medidas de higiene".
 
Na Avenida Aggeo Pio Sobrinho, clientes aproveitaram a flexibilização para tomar uma ''gelada'' fora de casa(foto: Túlio Santos/EM/D.A Press)
Na Avenida Aggeo Pio Sobrinho, clientes aproveitaram a flexibilização para tomar uma ''gelada'' fora de casa (foto: Túlio Santos/EM/D.A Press)
 

Por volta das 18h desta sexta, o bar de Rafael Gori quase não tinha mesa vazia. Segundo ele, resultado de amizades e clima de ambiente familiar que seu comércio carrega. Também por isso, há o medo de aglomeração: "A gente acha que vai bombar. Por mais que tenha o espaço entre as mesas, caso tenha aglomeração vamos orientar. Mas pedimos que as pessoas tenham consciência".
 
Na Avenida Engenheiro Carlos Goulart, o bar e restaurante Boi Zé teve que reduzir a disponibilidade de mesas, que antes eram próximas umas das outras, para enfrentar a nova realidade.
 
Mas nada que tenha incomodado os clientes. "O movimento já está legal. Eu acredito que vai voltando aos pouquinhos", disse Marco Antonio Cerqueira, de 41. Mesmo bebendo cerveja sozinho, Marco diz que a máscara já virou costume: "Teve um dia que dormi de máscara. Já estou ficando doido". 
 

Regras para a reabertura 


A Secretaria Municipal de Saúde publicou uma portaria que veta a realização de shows e a instalação de telões nos estabelecimentos.
 
De acordo com a publicação dessa quinta, ficam “vedadas atividades de entretenimento que possam causar aglomerações, como música ao vivo, projeção de imagens, apresentações teatrais e exibição de eventos esportivos”. O texto é assinado pelo secretário municipal de Saúde, Jackson Machado.

A instalação de mesas e cadeiras em espaços públicos, como calçadas, parklets e espaços operacionais, já estava autorizada. Para funcionar em meio ao combate à COVID-19, bares e restaurantes terão que garantir um distanciamento mínimo de dois metros entre as mesas e um metro entre ocupantes na mesma mesa – limitada a quatro pessoas.
 
Além disso, a capacidade máxima dos estabelecimentos é de uma pessoa a cada cinco metros quadrados da área total, incluindo os funcionários. Somente clientes que estiverem sentados poderão consumir.
 
Quem estiver fora de mesas na parte interna e externa de bares e restaurantes não será atendido, de acordo com as regras da PBH.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade