Publicidade

Estado de Minas PRISÃO

De bicicleta, homem fazia a distribuição de drogas em Venda Nova

Flagrante foi possível depois de um trabalho de dois meses do Setor de Inteligência da PM


03/09/2020 18:39 - atualizado 03/09/2020 22:38

M.J.D.S. e as drogas e armas foram encaminhados para o Deplan IV, onde a ocorrência foi encerrada(foto: PM/Divulgação)
M.J.D.S. e as drogas e armas foram encaminhados para o Deplan IV, onde a ocorrência foi encerrada (foto: PM/Divulgação)
Policiais militares se surpreenderam ao flagrar um homem, M.J.D.S., abastecendo um ponto de droga, no Bairro Copacabana, em Venda Nova, de bicicleta. A partir dessa prisão, os policiais apreenderam 2.138 micro tubos de cocaína; 1.233 buchas de maconha; 235 porções de maconha, num total de seis quilos; duas balanças de precisão; cinco submetralhadoras, sendo quatro calibre 380 e uma 9mm.
 
A persistência foi a principal arma do Setor de Inteligência da Polícia Militar para apurar esse caso. Há cerca de dois meses, a partir de uma denúncia, as investigações tiveram início. Primeiro, os policiais tiveram a informação de que havia um comércio de drogas no cruzamento das ruas Universo e Inglaterra.

O local passou a ser vigiado noite e dia. Nesta quinta-feira, foi detectado que um grande carregamento de drogas tinha sido entregue durante a semana e que seria distribuído a partir desta manhã, municiando os pontos de drogas para o final de semana.

Por isso, foi montada uma operação, com a participação de 20 policiais, comandados pelo tenente Furtado. Quando M.J.D.S. se aproximou, de bicicleta, do local, ele acabou preso, sendo flagrado com certa quantidade de droga.

Os policiais tentaram conseguir informações sobre o local onde estaria o restante da droga, mas o suspeito não disse. No entanto, os policiais já tinham levantado o endereço de outro suspeito. Foram até a casa dele e lá encontraram não só as drogas, como também as metralhadoras.

M.J.D.S., as drogas e as armas foram encaminhados para o Deplan IV, onde a ocorrência foi encerrada. As investigações sobre a procedência da droga e outros envolvidos está a cargo, agora, da polícia.



receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade