Publicidade

Estado de Minas FLEXIBILIZAÇÃO

COVID-19: Pedro Leopoldo vai permitir abertura do comércio todos os dias

As atividades da onda amarela, que funcionavam em dias alternados, poderão funcionar diariamente a partir da publicação do novo decreto, previsto para ser divulgado até esta terça-feira (1º)


31/08/2020 14:55 - atualizado 31/08/2020 15:47

Desde o mês passado que boa parte das atividades comerciais estava podendo abrir de forma intercalada(foto: Divulgação/Por Dentro de Tudo)
Desde o mês passado que boa parte das atividades comerciais estava podendo abrir de forma intercalada (foto: Divulgação/Por Dentro de Tudo)
A Prefeitura de Pedro Leopoldo, cidade localizada na Região Metropolitana de Belo Horizonte, deverá publicar até esta terça-feira (1º) novo decreto permitindo que os estabelecimentos comerciais enquadrados na onda amarela do plano Minas Consciente possam abrir as portas de forma regular pelos próximos 30 dias.

Até então, o decreto de 29 de junho permitia o funcionamento de uma série de atividades comerciais, porém em dias alternados. Com a nova normativa, o comércio varejista, farmácias de manipulação, agências de viagem, serviços funerários, escritórios de advocacia, imobiliárias, academias, salões de beleza, autoescolas, clínicas de estética, barbearias, escolas profissionalizantes e de ensino a distância poderão abrir as portas de segunda a domingo.

A informação foi confirmada ontem pelo procurador geral do município, Cristiano Fonseca. Ele explicou ainda que o Ministério Público notificou o município para que se posicione em relação à adesão ao Minas Consciente. Fonseca disse que a adesão deve acontecer até o fim desta semana, mas garantiu que a cidade tem implantado medidas mais rígidas do que as previstas no plano estadual de reabertura do comércio.

“A gente está além do Minas Consciente. Neste momento estamos avaliando a possibilidade de adesão. A gente tem usado Belo Horizonte como parâmetro. Se BH entendeu que era para abrir, a gente seguiu. E estamos com ações mais firmes que o Minas Consciente. Mas temos cinco dias, a contar de sexta-feira passada, para responder à notificação do Ministério Público”, explicou o procurador.

Pedro Leopoldo vive, conforme ressalta Fonseca, um momento de tendência à estabilidade. Há 12 dias que a cidade não registra óbitos por COVID-19, tendo o município estacionado nos 12 registros. Os casos confirmados sobem em ritmo lento. Neste mesmo período o crescimento foi de apenas 15%, passando de 386 casos no dia 21 para 444 no dia 30, data do último boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde.

O município conta com apenas um óbito suspeito e 68 pessoas se encontram em monitoramento. Mais de 360 pessoas com a doença tiveram o período de isolamento social concluído.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade