Publicidade

Estado de Minas Mina Timbopeba

Vale inicia obras de descaracterização da Barragem Doutor, em Ouro Preto

Com previsão de ser concluída em 2021, intervenção tem o objetivo de manter o nível de água do reservatório da barragem na região


24/08/2020 18:03 - atualizado 24/08/2020 18:51

Empresa fará obras na Mina Timbopeba nos próximos dias(foto: Divulgação/Vale)
Empresa fará obras na Mina Timbopeba nos próximos dias (foto: Divulgação/Vale)

A Vale começará nos próximos dias as obras preliminares para a construção do canal extravasor da Barragem Doutor, da Mina Timbopeba, em Antônio Pereira, no município de Ouro Preto, que faz parte da primeira etapa do processo de descaracterização. A obra do vertedouro, cuja perspectiva de conclusão é no fim de 2021, terá o objetivo de manter o rebaixamento do nível de água do reservatório da barragem. Outro propósito, segundo a empresa, é aumentar a segurança de toda a estrutura.
 
Na etapa inicial, a obra do vertedouro será executada de modo sequenciado em áreas periféricas da barragem, com serviços de supressão vegetal, limpeza do terreno, terraplenagem e, por fim, a escavação do canal. De acordo com a Vale, as obras já foram comunicadas à Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad).

A previsão é de que a obra crie mais de 300 vagas temporárias de trabalho - quase 200 trabalhadores já foram contratados via Sine, a maioria deles da própria região.

Na sequência da conclusão do vertedouro, a descaracterização de Doutor terá continuidade com a construção de reforços externos à barragem, recuperação ambiental e reintegração da área ao meio ambiente local.

Para reduzir os impactos das obras para a comunidade, a Vale usará um acesso específico para o tráfego de equipamentos, que está em fase de implantação e deverá estar concluído até o final deste ano. 

Também serão adotadas medidas para controlar a emissão de poeira nas vias locais. Durante as obras, a Vale assegura que fará monitoramento constante dos indicadores de uso de água, qualidade do ar e de ruídos, de forma a garantir a efetividade das ações de controle.  

Termo de compromisso

Na semana passada, a empresa já havia aumentado os limites da Zona de Autossalvamento (ZAS) da própria barragem de Doutor, da Mina de Timbopeba, no Complexo de Mariana, com base em estudos mais conservadores, que passaram a considerar a hipótese de 100% do carreamento de rejeitos. A ampliação da ZAS é resultado das disposições do Termo de Compromisso firmado entre o Estado de Minas Gerais, o Ministério Público de Minas Gerais e a Vale, que definiu novos parâmetros para atualização da mancha de inundação.

Cerca de 75 famílias residentes nas comunidades de Antônio Pereira e Vila Antônio Pereira serão realocadas seguindo a orientação da Defesa Civil de Minas Gerais. A previsão é que as famílias recebam assistência integral, com hospedagem, atendimento psicossocial, alimentação, entre outros. 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade