Publicidade

Estado de Minas PONTAL EM ALERTA

Com aumento de 120% nos casos de COVID, Ituiutaba regride para Onda Vermelha do Minas Consciente

Casos de COVID-19 passaram de pouco mais de 400 para 880 em duas semanas no Município


18/08/2020 11:39 - atualizado 18/08/2020 12:44

Decreto permite funcionamento apenas de estabelecimentos comerciais considerados essenciais(foto: Reprodução/Prefeitura de Ituiutaba)
Decreto permite funcionamento apenas de estabelecimentos comerciais considerados essenciais (foto: Reprodução/Prefeitura de Ituiutaba)
O Município de Ituiutaba, no pontal do Triângulo Mineiro, regrediu para a Onda Vermelha do plano Minas Consciente e restringiu o funcionamento do comércio a partir desa terça-feira (18). A decisão da Prefeitura veio depois de o número de casos confirmados mais que dobrar em pouco mais de 15 dias. Para completar o quadro, os 14 leitos de UTI na cidade estão ocupados.

Ituiutaba foi a primeira localidade do Triângulo Norte a se enquadrar na onda mais restritiva desde a remodelação do plano de combate à COVID-19 mineiro, implantada neste mês.

O decreto Nº 9.498 assinado pelo prefeito Fued José Dib (MDB) foi publicado na noite desta segunda-feira (17), o que permite o funcionamento apenas estabelecimentos comerciais classificados no segmento de atividades essenciais.

O último boletim informado pelo Município mostra que Ituiutaba tem 880 casos de COVID-19 e 18 mortes confirmadas, além de outras duas em investigação. No início de agosto, o boletim do Município apontava 404 exames positivos da doença, com cinco mortes. Também no início do mês, sete pessoas pessoas de Ituiutaba ocupavam leitos de UTI.

Além da quantidade de casos e esgotamento de leitos para pacientes graves, Ituiutaba também apresentou aumento no consumo de sedativos e antibióticos no tratamento e entubação de pacientes com o novo coronavírus, insumos considerados escassos para compra no país. A Secretaria Municipal de Saúde segue em monitoramento dos indicadores epidemiológicos e de capacidade assistencial da área para determinação de reabertura das atividades comerciais do local.

“Não é o momento de promover aglomerações ou reuniões sociais. Precisamos nos conscientizar que muitas pessoas, apesar de infectadas, são assintomáticas e podem transmitir o vírus. Temos trabalhado para ampliar o atendimento, mas a última coisa que queremos é que as pessoas contraiam este vírus e precisem de uma UTI. Por isso estamos tomando esta difícil decisão de retroagirmos para a Onda Vermelha”, disse o prefeito Fued Dib.

A região
A macrorregião do Triângulo Norte tem 27 Municípios, que inclui o Pontal, está enquadrada na Onda Amarela, mas com indicativo regressão para Onda Vermelha devido aos resultados. A própria microrregião de Ituiutaba tinha esse víes, de acordo com publicação do Relatório de Transparência do Minas Consciente publicado na última semana pelo Comitê Extraordinário COVID-19. Exceto por Ituiutaba, as cidades de maior população da macrorregião seguem na Onda Amarela.

Esatabelecimentos liberados - Onda Vermelha

  • Supermercados, padarias e lojas de conveniência;
  •  Restaurantes e lanchonetes (somente para delivery ou retirada no balcão) *;
  • Açougues, peixarias, hortifrutigranjeiros;
  • Farmácias, drogarias, lojas de cosméticos;
  • Lavanderias;
  • Pet shops;
  • Bancos, casas lotéricas e cooperativas de crédito;
  • Vigilância e segurança privada;
  • Serviços de reparo e manutenção;
  • Lojas de informática e aparelhos de comunicação;
  • Hotéis, motéis, campings, alojamentos e pensões;
  • Construção civil e obras de infraestrutura;
  • Comércio de veículos, peças e acessórios automotores.
  • Exceção para restaurantes de beira de estrada.
Listagem completa em: mg.gov.br/minasconsciente


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade