Publicidade

Estado de Minas CONFRONTO

PM reage a moto em fuga com 21 tiros de pistola em Sabará; jovem de 19 anos morreu

Dupla tentou matar adolescente em Sabará e fugiu da Polícia Militar em alta velocidade. Garupa de 19 anos apontou armas para uma guarnição de policiais e foi morto depois de 21 tiros disparados pelos policiais


10/08/2020 08:46 - atualizado 10/08/2020 10:25

(foto: Google Street View)
(foto: Google Street View)

Um jovem de 19 anos foi morto por policiais militares, que reagiram com tiros contra a fuga da moto em que ele ia na garupa.

O caso ocorreu no bairro Córrego da Ilha, em Sabará, na Região Metropolitana de BH, e o piloto da moto ainda não foi identificado, porque conseguiu fugir deixando para trás o comparsa morto .

A dupla é suspeita de tentativa de homicídio de um jovem, também de 19 anos.

Por volta de 11h deste domingo (9), a polícia militar recebeu um chamado para uma tentativa de homicídio. Uma guarnição de militares do 61º batalhão da Polícia Militar realizava patrulha no local e ao perceber uma moto vermelha em alta velocidade foi dada uma ordem de parar que não foi obedecida. Os policiais tentaram abordar a motocicleta que, segundo informações do boletim de ocorrência, conseguiu escapar do carro da polícia desviando de outros veículos do bairro.

Foi solicitado o apoio policial e vários veículos do 61º Batalhão se mobilizaram para o cerco aos fugitivos. Um helicóptero Pégasus da PM também auxiliou no rastreamento aéreo dos suspeitos, que prosseguiram em fuga em meio às ruas do Bairro Córrego da Ilha. A velocidade e extrema agilidade do veículo dificultaram o rastreamento, ao mesmo tempo que levaram perigo às ruas da periferia de Sabará, repletas de pessoas.

De acordo com o boltetim de ocorrências gerado pela PM, a dupla se deparou novamente com a viatura que tinha ordenado a parada da moto mais cedo e o garupa apontou dois revólveres para os militares, sendo recebido por uma saraivada de disparos. Três militares dispararam 21 tiros, sendo que um efetuou quatro tiros, outro, cinco e o último, 12, segundo a contagem das armas, recolhidas administrativamente pela corporação depois da ação.

Os disparos atingiram e derrubaram o adolescente Ermano Yuri de Paula Rocha, de 19 anos, conhecido no mundo criminal como Manelzim. O rapaz foi socorrido para a Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) de Sabará, onde morreu. O comparsa dele conseguiu escapar e ainda é procurado.

Manelzim tinha duas passagens por tráfico de drogas, uma delas há apenas 10 dias, sendo liberado depois, um registro de porte ilegal de armas de fogo em 2018 e outro de lesão corporal. Em seu corpo, os militares encontraram dois revólveres calibre 38, com os tambores completamente municiados com 22 munições, sendo duas deflagradas. Ele ainda tinha duas munições intactas no bolso, R$ 250 e um telefone celular. Um dos revólveres que teria sido apontado para os policiais teve a sua coronha cravada por um dos projéteis das armas de fogo dos policiais militares. A Polícia Civil compareceu ao local e periciou a cena do crime.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade