Publicidade

Estado de Minas Centro-Oeste

Polícia Federal desmantela esquema de tráfico de animais silvestres em Minas

Envolvidos falsificavam identificação legal dos animais; se condenados, eles podem pegar até 10 anos de reclusão


06/08/2020 12:08 - atualizado 06/08/2020 12:51

Dezenas de aves silvestre foram apreendidas(foto: Divulgação/Polícia Federal)
Dezenas de aves silvestre foram apreendidas (foto: Divulgação/Polícia Federal)
A operação "Anilha" da Polícia Federal apreendeu dezenas de pássaros silvestres na manhã desta quinta-feira (6) em Perdigão, pequena cidade do Centro-Oeste de Minas. As investigações tiveram início em 2019 e identificaram criadores que falsificavam ou adulteravam as identificações legais dos animais.

No total, foram cumpridos seis mandados de busca e apreensão. Os animais silvestres encontrados foram recolhidos e encaminhados para o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais (Ibama).

Segundo agentes da Polícia Federal, os criadores adquiriam os pássaros clandestinamente e falsificavam ou adulteravam as anilhas - espécie de anel colocado em aves silvestres nascidas em cativeiro para fins de identificação do Ibama. Eles, então, realizavam os cadastros falsos no sistema do órgão e davam aparência de legalidade a essas transações.

Os envolvidos responderão por falsificação de selo ou sinal público, crime ambiental e associação criminosa. Se condenados, podem cumprir até dez anos de prisão.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade