Publicidade

Estado de Minas SANTA CASA

Crianças isoladas para tratamentos em BH recebem afeto por cartas

Iniciativa da Santa Casa da capital em parceria com escolas tem o objetivo de tornar o momento menos doloroso para pequenos que não podem receber visitas e realizar outras atividades externas


22/07/2020 11:37 - atualizado 22/07/2020 13:38

Jhenifer (à esquerda) recebeu com emoção e alegria a cartinha enviada por Amanda (à direita)(foto: Divulgação/Santa Casa BH)
Jhenifer (à esquerda) recebeu com emoção e alegria a cartinha enviada por Amanda (à direita) (foto: Divulgação/Santa Casa BH)
Os impactos da COVID-19 nos hospitais vão muito além da atenção aos infectados. O isolamento imposto pela doença fez com que todos os demais tratamentos ficassem ainda mais difíceis, com suspensão das visitas e de outras atividades que podem oferecer riscos. Para tornar o momento menos doloroso para as crianças em terapia, a Santa Casa em parceria com os institutos Itapuã e Alves Ribeiro estão promovendo uma iniciativa nobre: o envio de cartinhas de apoio e afeto para os pequenos.


A forma de contato à moda antiga fez sucesso entre as crianças e a reação delas emocionou os adultos. É o caso de Jhenifer Rihanna Soares, de 11 anos, internada há um mês, que afixou a carta enviada pela amiga Amanda ao lado de seu leito.

"Recebi cartas pela primeira vez aqui. O que eu mais gostei foi do poema que ela escreveu. Fiquei mais animada para continuar o meu tratamento e depois disso comecei a mandar cartas para as pessoas especiais que trabalham na pediatria", disse Jhenifer, natural de Ribeirão das Neves e que realiza um tratamento cardíaco na Santa Casa.
 
A Daiane Martins, também de 11 anos, não escondeu a felicidade ao receber a sua cartinha. "Foi a primeira vez que recebi e eu amei. Gostei de tudo, das palavras, do amor e gravei um vídeo pra agradecer", conta a garota, que é de Caeté, fez uma cirurgia de apendicite no hospital em 24 de junho e está internada desde então.

A enfermeira da unidade pediátrica da Santa Casa, Carla Cristina Dias Silva, ressalta a importância do projeto por estimular a curiosidade e despertar bons sentimentos nas crianças. "Elas se sentem mais importantes e os pais se sentem reconfortados ao ver os filhos sorrindo. A iniciativa renova a força dos pacientes nesse momento sem visitas e isolados", diz.

Qualquer pessoa pode participar da iniciativa e deixar o dia de uma criança internada mais feliz. Os interessados podem ligar para o (31) 3238-8621 ou entrar em contato pelo doacoes@santacasabh.org.br para receber as orientações.

*Estagiário sob supervisão da subeditora Jociane Morais 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade