Publicidade

Estado de Minas PANDEMIA

Zema descarta lockdown em Minas: 'Ainda temos margem de segurança'

Governador diz que caberá a cada município definir política de combate à doença. Segundo ele, 'guerra' deve terminar somente no ano que vem


postado em 24/06/2020 15:54 / atualizado em 24/06/2020 17:27

Segundo o governador, Polícia Militar vai fiscalizar a questão do uso de máscaras no estado(foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press)
Segundo o governador, Polícia Militar vai fiscalizar a questão do uso de máscaras no estado (foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press)
Em live na tarde desta quarta-feira (24), na Cidade Administrativa, o governador Romeu Zema (Novo) demonstrou preocupação com o crescimento assustador de casos e mortes pela COVID-19 no estado nos últimos dias. Apesar disso, afirmou que o governo estadual não deve decretar o lockdown, deixando a decisão a cargo de cada município.
 
"Hoje diversas cidades, como Uberlândia, Patos de Minas e Araxá já estão em lockdown. A situação depende de cada região. O estado ainda tem margem de segurança, mas, em algumas regiões, essa margem é maior ou menos. Os prefeitos têm sido orientados a fazer o melhor para deixar a população mais segura. Dificilmente o lockdown pode acontecer no estado, mas regionalmente teremos algumas cidades com casos preocupantes", afirma o governador.
 
Ele explica que cada prefeito poderá adotar a melhor política em sua cidade: "Temos que deixar muito claro que essa questão de fechar ou não cada cidade cabe a cada prefeito. Eu, como governador, disse que temos 90% chance de fechar alguma cidade. O estado todo ficar fechado, eu, pessoalmente, acho pouco provável ocorrer. Minas é muito grande, com situações muito diferentes. Temos municípios fechados. Dependerá de como a curva da pandemia vai se comportar", complementa. 
 
Embora Minas tenha números melhores do que outros estados do país, o governador reforçou que a luta contra o novo coronavírus está apenas no começo e deve durar até meados de 2021.
  
"O fato de Minas estar indo bem na pandemia fez com que muitos mineiros considerassem que o jogo estivesse ganho. Mas nem terminamos o primeiro tempo. Estamos nos 15 a 20 minutos iniciais do jogo. Não dá para facilitar. Temos muitas batalhas. Estamos em combate. A ação de cada pessoa é que vai dar o resultado final dessa luta. A 'guerra' deve terminar o ano que vem, mas ninguém sabe a data", afirmou Zema.
 

Fiscalização do uso de máscaras

 
Mais cedo, o governador havia postado em sua conta pessoal no Twitter que, a partir desta quarta-feira (24), a Polícia Militar vai fiscalizar o uso obrigatório de máscaras no estado. Na live, Zema salientou que a abordagem será educativa, sem a aplicação de multa para quem estiver desobedecendo a regra.

"A Polícia Militar vai abordar as pessoas que não estiverem usando máscaras. O uso passa a ser obrigatório. E vai abordar toda situação em que o distanciamento não estiver sendo obedecido", disse o governador.

número de mortes pela COVID-19 saltou de 720 para 771 nas últimas 24 horas em Minas. Foram registradas 51 mortes no período,  recorde diário desde o início do anúncio da primeira morte em 30 de março.
 

O que é o coronavírus


Coronavírus são uma grande família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus (COVID-19) foi descoberto em dezembro de 2019, na China. A doença pode causar infecções com sintomas inicialmente semelhantes aos resfriados ou gripes leves, mas com risco de se agravarem, podendo resultar em morte.
Vídeo: Por que você não deve espalhar tudo que recebe no Whatsapp

Como a COVID-19 é transmitida? 

A transmissão dos coronavírus costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro, contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão, contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

Vídeo: Pessoas sem sintomas transmitem o coronavírus?


Como se prevenir?

A recomendação é evitar aglomerações, ficar longe de quem apresenta sintomas de infecção respiratória, lavar as mãos com frequência, tossir com o antebraço em frente à boca e frequentemente fazer o uso de água e sabão para lavar as mãos ou álcool em gel após ter contato com superfícies e pessoas. Em casa, tome cuidados extras contra a COVID-19.
Vídeo: Flexibilização do isolamento não é 'liberou geral'; saiba por quê

Quais os sintomas do coronavírus?

Confira os principais sintomas das pessoas infectadas pela COVID-19:

  • Febre
  • Tosse
  • Falta de ar e dificuldade para respirar
  • Problemas gástricos
  • Diarreia

Em casos graves, as vítimas apresentam:

  • Pneumonia
  • Síndrome respiratória aguda severa
  • Insuficiência renal
Os tipos de sintomas para COVID-19 aumentam a cada semana conforme os pesquisadores avançam na identificação do comportamento do vírus. 

Vídeo explica por que você deve 'aprender a tossir'


Mitos e verdades sobre o vírus

Nas redes sociais, a propagação da COVID-19 espalhou também boatos sobre como o vírus Sars-CoV-2 é transmitido. E outras dúvidas foram surgindo: O álcool em gel é capaz de matar o vírus? O coronavírus é letal em um nível preocupante? Uma pessoa infectada pode contaminar várias outras? A epidemia vai matar milhares de brasileiros, pois o SUS não teria condições de atender a todos? Fizemos uma reportagem com um médico especialista em infectologia e ele explica todos os mitos e verdades sobre o coronavírus.

Coronavírus e atividades ao ar livre: vídeo mostra o que diz a ciência

Para saber mais sobre o coronavírus, leia também:

 



receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade