Publicidade

Estado de Minas ALERTA

COVID-19: em 14 dias, Minas dobra número de casos acumulados em 3 meses

Quantidade de mortes também disparou: são 231 só em junho, contra 271 registradas entre março e maio


postado em 16/06/2020 18:38 / atualizado em 16/06/2020 19:08

Em meio ao avanço do vírus, cidades mineiras, como a capital Belo Horizonte (foto), têm promovido o processo de reabertura comercial(foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press)
Em meio ao avanço do vírus, cidades mineiras, como a capital Belo Horizonte (foto), têm promovido o processo de reabertura comercial (foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press)
Enquanto algumas das mais populosas cidades mineiras flexibilizam regras de isolamento social e aceleram o processo de reabertura do comércio, o coronavírus avança cada vez mais rapidamente por Minas Gerais. O estado precisou apenas dos primeiros 14 dias de junho para dobrar o número total de casos do COVID-19 que acumulou nos três meses anteriores, segundo dados da Secretaria de Estado de Saúde (SES) compilados pela reportagem.

Entre março e maio, Minas Gerais detectou oficialmente 10.464 pessoas com a doença. Só nas duas primeiras semanas de junho, foram registrados 10.917 novos casos no estado. O número total, portanto, mais que dobrou e chegou a 21.381.

Considerados os 16 dias já decorridos de junho, Minas detectou oficialmente 11.560 novos casos da doença. São 1.096 a mais que os 10.464 registrados nos 85 dias anteriores de enfrentamento à pandemia desde que a primeira pessoa testou positivo para a doença em solo mineiro, em 8 de março.

Em média, Minas Gerais confirma 722,5 novos casos por dia em junho. É um número quase seis vezes maior que os 123,1 detectados a cada 24 horas nos três meses anteriores.

Outro método utilizado por cientistas para avaliar a velocidade de propagação do vírus é a quantidade de dias necessários para que o número de infectados dobre. Em Minas Gerais, esse período tem sido cada vez menor - o que indica uma aceleração na disseminação da COVID-19 (veja no gráfico abaixo).


Para passar de 1 mil para 2 mil casos, por exemplo, Minas precisou de 15 dias. De 2 mil para 4 mil e de 4 mil para 8 mil, foram 13 dias. O período para saltar de 8 mil para 16 mil foi ainda menor: 12 dias.

No total, Minas tem 22.024 casos confirmados de coronavírus, segundo atualização desta terça-feira. O número real, porém, é bem superior, já que a própria administração estadual admitiu que existe subnotificação.

Óbitos também em alta


O número de mortes por COVID-19 também avança rapidamente nas últimas duas semanas. Os oito dias com mais óbitos em decorrência do coronavírus no estado foram registrados neste mês. No dia 6, o recorde: foram 24, média de um por hora.

Nos primeiros 16 dias do mês, o estado contabilizou 231 novas mortes. Entre março e maio, foram 271 vítimas registradas pela SES. No total, são 502 óbitos.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade