Publicidade

Estado de Minas AJUDA DE OURO

Empresa apoia retomada das atividades em salões de beleza de Minas Gerais

Após tempo de interrupção do trabalho por conta do coronavírus, a ideia é que a volta ao funcionamento aconteça da forma mais segura possível, seguindo protocolos e instruções oficiais


postado em 28/05/2020 15:33 / atualizado em 28/05/2020 15:40

(foto: Reprodução/Internet/Sebrae)
(foto: Reprodução/Internet/Sebrae)

Salões de beleza começam a ser reabertos em Belo Horizonte e outras cidades de Minas Gerais e no país. Para auxiliar nessa retomada de forma segura, empresas do ramo da beleza e estética se oferecem para apoiar essa nova fase de funcionamento, após o período de proibição da atividade, seguindo agora os protocolos e instruções oficiais.

Uma dessas marcas é a L'Oréal Produtos Profissionais, aliada de profissionais cabeleireiros há mais de 110 anos. Entre as iniciativas previstas para o momento de recuperação estão a disponibilização de kits de proteção, com álcool gel e máscaras, que serão distribuídos aos funcionários dos salões de beleza parceiros, além de um guia de higiene e segurança com recomendações práticas para essa volta ao trabalho normal nos estabelecimentos (ou, como se pode dizer, dentro do novo normal).

A empresa acompanha os clientes na reabertura dos salões de beleza no mundo todo com educação e informação. "No Brasil não poderia ser diferente. Comprometidos com esse mercado, estamos focados em ajudá-los a superar esse momento desafiador e minimizar o impacto em seus negócios, zelando pelo bem-estar de seus funcionários e clientes", conta Tiago Carvalho, diretor da L'Oréal Produtos Profissionais.

Desde quando a propagação do coronavírus começou a se agravar, a L'Oréal adotou procedimentos como congelar os pagamentos de todos os salões de beleza independentes e cabeleireiros (são cerca de 100 mil beneficiados no planeta); treinamento virtual para cabeleireiros, com tutoriais, webinars e módulos de ensino online (plataforma que registrou crescimento de 42 mil usuários para 100 mil a partir do princípio do confinamento), além do resgate de vouchers para a realização de serviços, válidos até o fim do ano, e outros para compra de produtos da marca, além dos serviços nos salões de confiança, possíveis para uso até o fim de junho.

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade