Publicidade

Estado de Minas

"Chegou droga da boa", anuncia casal pelas redes sociais antes de ser preso

Casal estava fazendo propaganda sobre a maconha que vendiam em Patos de Minas quando a Polícia Militar os interceptou e prendeu. Foi necessário um cão farejador para encontrar a droga que foi jogada pelo esgoto


postado em 23/05/2020 12:02 / atualizado em 23/05/2020 15:02

Drogas, dinheiro e armas apreendidas pela Polícia Militar(foto: PMMG)
Drogas, dinheiro e armas apreendidas pela Polícia Militar (foto: PMMG)
Um homem de 25 anos e uma mulher de 22 foram presos em Patos de Minas, no Alto Paranaíba, depois de anunciarem por meio de redes sociais que tinha chegado "droga da boa" em sua boca de funo na Vila Garcia. Não satisfeitos com o anúncio, os suspeitos em seguida postaram uma fotografia de um tablete de maconha para estimular ainda mais os seus clientes. O que eles não sabiam era que sua conta vinha sendo monitorada pela inteligência da Polícia Militar que saiu em sua busca.

Na noite de ontem, por volta das 20h30, os militares chegaram até a residência do suspeito, uma casa cercada por concertina e que era monitorada por uma câmera no alto de um padrão de energia. Chamou a atenção por se tratar de um equipamento do tipo moving head, que faz varredura da área para mostrar quem se aproxima.

"Ao ser percebida a presença policial, foi ouvido pela guarnição uma intensa movimentação na residência, de imediato esta equipe acessou a residência ao lado e conseguiu adentrar no imóvel. Ao serem dominados o autor de 25 anos e uma mulher de 22 anos, os militares iniciaram as buscas na residência, sendo localizado na sala, em cima do sofá, uma travessa vermelha de plástico com tesoura e material usado para a dolagem de drogas. Neste recipiente havia farelo e sementes de substância esverdeada semelhante à maconha, além de um forte odor dessa mesma substância no interior da casa", informou a polícia.

Vila Garcia, em patos de Minas, na travessa onde o casal suspeito foi detido(foto: Reprodução/ Google Street view)
Vila Garcia, em patos de Minas, na travessa onde o casal suspeito foi detido (foto: Reprodução/ Google Street view)
O suspeito disse  que percebeu a presença policial e guardou parte da droga debaixo do telhado e sobre o forro da casa. Ele mesmo subiu a janela e retirou um tablete de droga do esconderijo. Também retirou de cima do telhado uma balança de precisão. "Indagado sobre o restante da droga o mesmo assumiu que a dispensou na tubulação de esgoto. Tubulação esta que foi acessada pelo autor, debaixo do tanque de lavar roupas, onde havia um cabo de vassoura de aproximadamente 01 metro, utilizado para "socar" a droga pela tubulação. A equipe ROCCA foi acionada, sendo empregado o cão kratus que farejou a tubulação do esgoto e sinalizou onde a droga dispensada havia parado no esgoto do imóvel", ifnormou a corporação.

"Depois de ser despejada grande quantidade de água na tubulação do esgoto da casa do autor, a droga brotou na tubulação da casa ao lado, onde  apareceram nove tabletes embalados, um tablete maior e desembalado, seguido por outro tablete desembalado, em tamanhos consideráveis, e que se juntassem todos dariam um tablete mais ou menos do tamanho de uma palma da mão", relatou a PM. Também foi apreendido R$1. 247,15. O autor veio da cidade de Patrocínio para a cidade de Patos de Minas há cerca de três meses e possui passagens por tráfico de drogas, furto, ameaça, lesão corporal, entre outros.

O casal foi preso em flagrante pelo crime de tráfico de drogas e encaminhado para a delegacia da Polícia Civil.

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade