Publicidade

Estado de Minas CORONAVÍRUS EM MINAS

Montes Claros implanta plano de flexibilização, e lojas serão reabertas nesta quinta-feira

Uma das curiosidades é que clientes só poderão entrar em salões de beleza sem os sapatos


postado em 20/05/2020 22:59 / atualizado em 21/05/2020 18:43

Montes Claros terá comércio e serviços abertos em várias etapas(foto: Luiz Ribeiro/EM/D. A Press)
Montes Claros terá comércio e serviços abertos em várias etapas (foto: Luiz Ribeiro/EM/D. A Press)
Após dois meses da suspensão das atividades por causa das medidas de isolamento social contra a transmissão do coronavírus (COVID-19), estabelecimentos de serviços e do comércio de caráter não essencial, como lojas de roupas, calçados e de móveis, voltarão a funcionar nesta quinta-feira em Montes Claros, no Norte de Minas. 


O plano está previsto em um decreto assinado pelo prefeito Humberto Souto (Cidadania) na noite desta quarta-feira (20) e  divide os estabelecimentos de prestação de serviço, do comércio e de outros segmentos em cinco grupos. 

O retorno das atividades desses grupos será feito por etapas, em datas estabelecidas, com intervalos de 14 dias. O primeiro grupo abre as portas nesta quinta-feira. Um segundo, no dia 4 de junho. O terceiro voltará às atividades em 18 de junho.

Porém, escolas, clubes recreativos, teatros, cinemas, casas de festas, eventos privados com mais de 25 pessoas e outros acontecimentos com grandes aglomerações ainda não têm data definida para o retorno às atividades. 

A volta do funcionamento de estabelecimentos e da realização de eventos com maiores aglomerações “vai depender  de indicadores epidemiológicos e assistenciais favoráveis do Município e região”, diz o Executivo  Municipal.

Restrições

Com o objetivo de impedir a transmissão do coronavírus, o longo decreto (com 26 páginas) conta com uma série de restrições e exigências para os estabelecimentos do comércio e de serviços não – essenciais. 

Algumas medidas são curiosas. Por exemplo, para os salões de beleza, que serão reabertos no dia 18 de junho, foi determinado que os clientes deverão retirar os calçados antes de entrar nos estabelecimentos. O decreto municipal estabelece a “proibição de que clientes entrem no estabelecimento com calçados, devendo os mesmos serem deixados na entrada do estabelecimento ou disponibilizar tapete embebido em solução de hipoclorito de sódio a 1%”.

A Prefeitura de Montes Claros justifica que a flexibilização do isolamento social e funcionamento do comércio e de serviços está sendo iniciada a partir de uma série de medidas adotadas pela Municipalidade para o controle a disseminação do coronavírus e da estruturação dos serviços de saúde na cidade, que até esta quarta-feira, teve confirmados 47 casos e duas mortes provocados pela COVID-19.

Aumento de UTI’s

Uma das medidas consideradas para a flexibilização foi o aumento em 98% do número de vagas em Unidades de Tratamento Intensivo (UTIs) em hospitais da cidade, que aumentaram de 75 para 149 leitos. 

A Municipalidade também anunciou a implantação de um  hospital de campanha na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Bairro Chiquinho Guimarães, com 70 leitos, para casos de baixa complexidade, para abrir vagas para casos graves da COVID 19 em hospitais da cidade. 

Da mesma forma será aberta uma ala com mais 40 leitos no Hospital Municipal Alpheu Quadros. Foram implantadas  barreiras sanitárias nas entradas do município, com o monitoramento sanitário de visitantes, que devem permanecer em quarentena por sete dias (assintomáticos) e 14 dias (com sintomas gripais).

Além disso, foi levada em conta aquisição pela Municipalidade de testes para o diagnóstico da COVID-19 e de equipamentos de proteção individual (EPIs) para os profissionais que atuam na linha de frente no atendimento aos pacientes com a doença.

Possibilidade de voltar atrás

O decreto  do Executivo Municipal diz que as atividades dos serviços e estabelecimentos do comercio não essenciais de Montes Claros terão que ser mantidas de acordo com um monitoramento da situação epidemiológica (acompanhamento dos casos do coronavirus na cidade). 

A cada 14 dias, serão avaliados os indicadores epidemiológicos, para decidir o cronograma de flexibilização passará para a etapa seguinte. 

“O monitoramento deverá seguir indicadores epidemiológicos e assistenciais, podendo o retorno das atividades ser suspenso a qualquer momento, antes mesmo do cumprimento da etapa”, diz o texto do decreto. “É possível que em situações de maior gravidade sejam adotadas medidas de maior restrição à circulação de pessoas”, consta no documento. 

CRONOGRAMA DO PLANO DE FLEXIBILIZAÇÃO

Etapa 1 –já em funcionamento -  comércio e serviços essenciais (supermercados, padarias, farmácias, bancos, serviços de saúde e outros);

Etapa 2 – Retoma as atividades nesta quinta -feira (21):  comércio de vestuário, calçados, tecidos, artigos esportivos e jogos eletrônicos, móveis, departamentos e variedades (exceto shoppings e galerias), livros, papelaria, discos, revistas e floricultura, consultas médicas especializadas da rede pública,celebrações religiosas; serviços de fisioterapia, com atendimentos individualizados; serviços de informática; comemorações particulares com até 15 e outros.
 
Etapa 3 – Reinicia atividades no dia 4 de junho: serviços de decoração, design e paisagismo; auto-escolas, comércio de joias e bijuterias, comemorações particulares com até 20 pessoas e demais serviços prestados por profissionais liberais, entre outros;

Etapa 4 – Retorno as atividades em 18 de junho: academias, shoppings centers, centros comerciais e galeria de lojas;  bares e restaurantes; parques públicos, com controle de entrada;  comemorações particulares com até 25 pessoas, hotéis, salões de beleza e outros;

Etapa 5 -  sem data definida para o retorno-  a depender de indicadores epidemiológicos e assistenciais favoráveis do município e Região” - serviços educacionais presenciais;  campeonatos esportivos;  eventos privados com mais de 25 pessoas; shows artísticos e musicais, cinemas,  casas de festas e eventos, teatros e museus;  clubes recreativos,   feiras livres;  práticas esportivas coletivas.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade