Publicidade

Estado de Minas BRASÍLIA DE MINAS

Pacientes com COVID-19 evoluem bem e voltam às sessões de hemodiálise em grupo

Hospital da cidade do Norte de Minas diz que infectados já cumpriram período de quarentena e nega contaminação de funcionários


postado em 27/04/2020 16:42 / atualizado em 27/04/2020 19:52

Hospital Nossa Senhora Sant`Anna, em Brasília de Minas(foto: Divulgação/ Prefeitura de Brasilia de Minas)
Hospital Nossa Senhora Sant`Anna, em Brasília de Minas (foto: Divulgação/ Prefeitura de Brasilia de Minas)
Os quatro pacientes em tratamento de hemodiálise no Hospital Municipal Nossa Senhora Sant'Ana, em Brasília de Minas, no Norte de Minas Gerais, que tiveram testes positivos para o coronavírus (COVID-19), apresentam quatro estável. Dois deles chegaram a ser internados e já tiveram alta. Nesta semana, após completar 14 dias de isolamento, eles deverão voltar a receber o tratamento normal, junto com outras pessoas.

A informação foi divulgada nesta segunda-feira (27) pelo nefrologista Sérgio Fabiano Vieira Ferreira, responsável pelo serviço de hemodiálise do Hospital Nossa Senhora Sant’Ana. Ele negou informação divulgada em redes sociais de que teriam sido contaminados outros pacientes e funcionários do serviço de saúde. E afirmou que foram adotados todos os cuidados com a saúde dos infectados e também para evitar a transmissão do vírus na unidade. O local abriga 200 pacientes de hemodiálise.

A contaminação dos pacientes em tratamento renal em Brasília de Minas foi revelada pelo Estado de Minas no dia 20 de abril. As pessoas submetidas à hemodiálise integram um grupo de risco mais vulnerável, necessitando de cuidados preventivos especiais. Desse grupo tiveram testes positivos para a COVID-19 três homens e uma mulher. Os quatro são moradores de outras cidades do Norte de Minas: dois de São Francisco, um de São Romão e outro de Icaraí de Minas. 

De acordo com Sérgio Fabiano, a contaminação da doença teria ocorrido por meio de uma familiar de um dos pacientes em tratamento de hemodiálise, que retornou recentemente de São Paulo.

O nefrologista informou que, por precaução, três funcionários do Hospital Nossa Senhora Sant`Ana que apresentaram sintomas gripais foram afastados de suas atividades. Eles foram submetidos a testes para a COVID-19. No entanto, os resultados dos exames de diagnóstico ainda são aguardados. 

Sérgio Fabiano disse que, como medida para prevenir a transmissão do coronavírus, o refeitório do serviço de hemodiálise foi fechado, para impedir aglomeração. Os horários da hemodiálise também foram alterados. Os pacientes com casos confirmados da COVID-19 ou com sintomas gripais vêm sendo atendidos em períodos especiais, em sistema de isolamento

O médico rebateu ainda a informação divulgada na redes sociais de que estariam faltando testes do coronavírus para os servidores e pacientes do Hospital Nossa Senhora Sant`Ana. “Todos os funcionários e pacientes do hospital que apresentam sintomas gripais estão sendo submetidos aos testes”, garante Sérgio Fabiano Vieira. A ação, detalhou, conta com o apoio da Gerência Regional de Saúde (GRS) de Januária. 
 

TRES MORTES E SEIS CASOS CONFIRMADOS NA REGIÃO


Brasília de Minas é referência para o atendimento dos casos suspeitos de coronavírus de 25 municípios do Norte de Minas. Nesta segunda-feira (27), a Secretaria de Saúde de Brasília do município informou que a região já tem três mortes e seis casos confirmados para a COVID-19. As mortes foram de três municípios: Varzelândia, São Francisco e São Romão – mas somente os óbitos das duas primeiras cidades constam no balanço de mortes pela doença feito pela Secretaria de Estado de Saúde. 

Ainda de acordo com a Secretaria de Saúde de Brasília de Minas, os seis casos confirmados no serviço de saúde local estão distribuídos da seguinte forma: Brasília de Minas (2),  São Francisco (2), São Romão (1) e Icaraí de Minas (1).


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade