Publicidade

Estado de Minas NOVO CORONAVÍRUS

Cartórios registram 93 mortes com suspeita ou confirmação de COVID-19 em Minas

Números da Secretaria de Saúde apontam que o estado tem 44 óbitos confirmados e 73 em investigação


postado em 21/04/2020 18:57 / atualizado em 21/04/2020 20:13

Na Vila Formosa, em São Paulo, cemitério local ampliou o número de covas em meio à pandemia(foto: Miguel Schincariol/AFP)
Na Vila Formosa, em São Paulo, cemitério local ampliou o número de covas em meio à pandemia (foto: Miguel Schincariol/AFP)
Minas Gerais tem 93 mortes confirmadas e suspeitas da infecção pelo novo coronavírus. É o que garante plataforma desenvolvida pela Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen Brasil) e atualizada em tempo real. O levantamento foi computado atualizado até a última sexta-feira (17).

 

Os dados, contudo, não acompanham o que é divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES). Conforme o último boletim da SES, publicado nesta terça-feira (21), Minas tem 44 óbitos confirmados e 73 em investigação.

 

Três das mortes já confirmadas foram incluídas no balanço oficial nesta terça-feira. A primeira vítima é uma idosa de 75 anos de Varzelândia, no Norte de Minas, que morreu em 16 de abril.

 

A segunda é de Cataguases, na Zona da Mata - um homem de 84, morto no dia 10. A terceira é um idoso de 72 residente de Uberaba, no Triângulo Mineiro, que veio a óbito em 19 de abril.

Brasil 

Em todo Brasil, os cartórios já registraram 3.100 mortes com suspeita ou confirmação de COVID-19 neste ano. São Paulo, com 1.558 óbitos, e Rio de Janeiro, com 769, são os estados com mais mortes registradas como confirmadas/suspeitas de COVID-19.

 

Para o Ministério da Saúde, contudo, são 2.741 mortes confirmadas, a maioria em São Paulo, que já perdeu 1.093 vidas para a pandemia do novo coronavírus.

 

A plataforma disponibiliza, ainda, as estatísticas de registros de óbitos cuja causa mortis foi apontada pelos profissionais de saúde como insuficiência respiratória e pneumonia, condições relacionadas ao surto de COVID-19, que podem constar como causas de falecimentos.

 

De acordo com os cartórios, o Brasil já registra 42.520 mortes por insuficiência respiratória e pneumonia em 2020. Dessas, 4.539 ocorreram em Minas Gerais.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade