Publicidade

Estado de Minas

Chega a Confins avião com mais de 10 toneladas de equipamentos para combate à COVID-19

Segundo a BH Airport, concessionária que administra o terminal, o jato da companhia Aeroméxico partiu de Xangai, fez uma parada no México e chegou por volta de 9h20 ao aeroporto mineiro


postado em 19/04/2020 18:04 / atualizado em 19/04/2020 18:11

(foto: Divulgação/BH Airport)
(foto: Divulgação/BH Airport)


Um voo vindo da China desembarcou, na manhã deste domingo, no aeroporto de Confins, trazendo mais de 10 toneladas de equipamentos e insumos para o combate ao novo coronavírus. Segundo a BH Airport, concessionária que administra o terminal, o jato da companhia Aeroméxico partiu de Xangai, fez uma parada no México e chegou por volta de 9h20 ao aeroporto mineiro.

A boa notícia, no entanto, vem acompanhada de mistério, já que o nome do destinatário da encomenda não foi divulgado. O governo de Minas disse que o material não foi adquirido pelo estado. O que pode servir como pista é que, segundo o aeroporto, o mesmo voo trouxe também equipamentos voltados para o setor de segurança, indústria automotiva e mineração.

No mês passado, a Mineradora Vale anunciou a compra de 5 milhões de kits de testes rápidos da COVID-19, que seriam doados ao governo brasileiro. A empresa também negociou com fornecedores chineses a compra de equipamentos de proteção individual (EPIs), como óculos, luvas e máscaras, para médicos e enfermeiros, que também seriam doados.

Procurada, a Vale, por meio de sua assessoria, não confirmou a posse da carga que desembarcou em Confins, mas informou que a quinta remessa de produtos de combate ao novo coronavírus, comprados na China, desembarcou, no fim da tarde deste domingo, no Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo. “Na carga, estavam 1,25 milhão de máscara N95, a mais indicada para uso em ambientes contaminados pelo vírus;  1,5 milhão de máscaras cirúrgicas descartáveis, além de mais de 1 milhão de kits de testes rápidos”, detalhou.

A mineradora informou ainda que, até agora, já chegaram 12,7 milhões equipamentos de proteção individual e 3,5 milhões de kits de teste rápidos. Todo o material foi repassado ao Ministério da Saúde.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade