Publicidade

Estado de Minas LIVE NO YOUTUBE

Djonga canta por mais de duas horas em live e brinca com gritos de 'Fora, Bolsonaro!'

Rapper mineiro agitou fãs com show transmitido pelo YouTube e se manifestou contra o presidente da República


postado em 10/04/2020 23:57 / atualizado em 11/04/2020 01:16

Djonga cantou por mais de duas horas em live no YouTube(foto: Reprodução/YouTube)
Djonga cantou por mais de duas horas em live no YouTube (foto: Reprodução/YouTube)
Em meio ao período de isolamento social devido à pandemia do novo coronavírus, o rapper mineiro Djonga cantou por mais de duas horas em live transmitida no YouTube na noite desta sexta-feira, 10, em Belo Horizonte. No minuto 50'50'', o artista afirmou ter ouvido dos vizinhos gritos de “fora, Bolsonaro!”.

“Eles estão gritando 'Fora, Bolsonaro!' aqui, como é que é?”, brincou Djonga, que fazia a apresentação em parceria com o DJ e produtor musical Coyote.

Como é que é, galera? Grita aí, grita aí! “Se vocês não ouviram, me desculpem. É difícil de ouvir mesmo!”, pediu novamente o rapper, mostrando sua discordância política com o presidente da República, que contraria orientações de especialistas em saúde ao defender a reabertura do comércio no país.

Até o início da madrugada de sábado, a transmissão de Djonga já havia superado 1,8 milhão de visualizações e 231 mil curtidas no YouTube. A hashtag #HISTORIASDAMINHACASA era alusiva tanto ao confinamento quanto ao álbum "Histórias da minha área", lançado em 13 de março - o quarto da carreira do jovem de 25 anos.


Morador do Bairro Novo São Lucas, na Região Leste de BH, Djonga fez apelo para os fãs ajudarem a população do Aglomerado da Serra durante a quarentena. Um QR code foi exibido na parte inferior do vídeo para colaboração financeira dos internautas.

Lá atrás é o Aglomerado da Serra, tá ligado? Uma das maiores favelas do Brasil. Há diversas famílias precisando da doação de vocês. Então, por favor, quem puder ajudar, de coração, ajuda. Quem puder ajudar com alimento e outras coisas, entre em contato no e-mail com a rapaziada, fechou?”, clamou.

O cantor ainda reforçou a campanha de isolamento como prevenção à COVID-19, doença provocada pelo novo coronavírus que infectou quase 20 mil pessoas e causou 1.056 mortes em menos de dois meses no Brasil.

“Rapaziada, consciência. Quanto mais tempo a gente ficar em casa, mais rápido essa parada vai passar. Vamos ficar em casa e seguir as recomendações. Quem tem que trabalhar e não pode ficar em casa, tome muito cuidado. Logo, logo, nós estamos aí!”


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade