Publicidade

Estado de Minas COVID-19

Coronavírus: três linhas do Move serão suspensas a partir de segunda em BH

Duas rotas que saem da Estação São Gabriel e uma da Estação Vilarinho ficarão inativas. Razão seria a queda de demanda


postado em 09/04/2020 19:56 / atualizado em 09/04/2020 23:05

Passageiros do sistema Move precisam ficar atentos a partir desta segunda-feira (13)(foto: Jair Amaral/EM/D.A Press)
Passageiros do sistema Move precisam ficar atentos a partir desta segunda-feira (13) (foto: Jair Amaral/EM/D.A Press)
Usuários do sistema de transporte coletivo por ônibus de Belo Horizonte precisam ficar atentos. A partir da próxima segunda-feira (13), três linhas do BRT/Move estarão suspensas por causa da pandemia do novo coronavírus (COVID-19). Duas delas partem da Estação São Gabriel e uma da Estação Vilarinho.

Na Estação São Gabriel, Região Nordeste de Belo Horizonte, ficarão inativas as linhas 83P (Estação São Gabriel/Centro - Paradora) e a 85 (Estação São Gabriel/Centro - Via Floresta). Já na Estação Vilarinho, na Região de Venda Nova, a linha 67 (Estação Vilarinho/Santo Agostinho - Via Av. Carlos Luz) também deixará de atender os usuários.
 
Para os passageiros da 83P, a linha 82P (Estação São Gabriel/Savassi - Via Hospitais) é uma alternativa para quem vai desembarcar ao longo da Avenida Cristiano Machado. Para aqueles que têm como destino o Centro, a 83D (Estação São Gabriel/Centro - Direta) é a principal opção.

Avisos foram afixados nos coletivos(foto: Arquivo Pessoal)
Avisos foram afixados nos coletivos (foto: Arquivo Pessoal)
Passageiros da linha 85 terão diversas opções. Além da 82P para quem vai descer na Cristiano Machado, a linha também atende a área hospitalar. Já para os passageiros que precisam ir até a área da Avenida Augusto de Lima, no Centro, basta trocar de veículo na Cristiano Machado para a linha 66 (Estação Vilarinho/Centro/Hospitais - Via Cristiano Machado). A mesma dica serve para quem vai ao Bairro Floresta, pegando a linha 62 (Estação Venda Nova/Savassi - Via Hospitais).

Em substituição à linha 67, os usuários podem tomar a linha 64 (Estação Venda Nova/Assembleia - Via Carlos Luz), que terá o itinerário alterado, atendendo as avenidas Bias Fortes e Álvares Cabral, na região do Santo Agostinho.

Queda no número de passageiros

Algumas linhas convencionais e do sistema Move já haviam sido paralisadas. O Estado de Minas mostrou nesta quinta (9) que o sistema registrou queda na ordem de 70% no número de passageiros. A diminuição do fluxo de pessoas nos coletivos passou a se refletir no bolso dos funcionários das empresas de ônibus.

Há empresas que estão parcelando os salários dos empregados em até três vezes. A reportagem recebeu também relato de um motorista de que, a partir deste mês, terá jornada e vencimento reduzidos em 50%. O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Belo Horizonte (SetraBH) alertou que pode haver um colapso no sistema até abril, caso o panorama não mude.

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade