Publicidade

Estado de Minas

Prefeitura de Capelinha, em Minas, deve decretar calamidade pública por causa das chuvas

Cidade foi castigada por um forte temporal na tarde de domingo, que inundou ruas, invadiu casas e derrubou muros


postado em 27/01/2020 12:40 / atualizado em 27/01/2020 14:54

Temporal alagou a cidade localizada no Vale do Jequitinhonha (foto: Gazeta dos Vales Portal)
Temporal alagou a cidade localizada no Vale do Jequitinhonha (foto: Gazeta dos Vales Portal)

 

As chuvas provocaram uma série de danos em Capelinha, de 37,7 mil habitantes, no Vale do Jequitinhonha, no fim de semana. Na manhã desta segunda-feira (27), a prefeitura informou que realiza levantamento e “prepara os trâmites legais” para decretar estado de calamidade pública na cidade, devido aos estragos provocados pelos temporais.


A municipalidade também solicitou aos moradores para evitar as áreas de risco e
“não tomar atitudes impensadas” durante as chuvas, devendo acionar a Defesa Civil e a Polícia Militar nas situações de emergência.


A cidade foi castigada por um forte temporal na tarde de domingo, que inundou ruas, invadiu casas e derrubou muros. A Polícia Militar atendeu a diversos chamados. Duas pessoas ficaram feridas e foram encaminhadas ao hospital da cidade. Uma delas foi um homem que teve o braço ferido. Ele passou por cirurgia e continua internado em recuperação.


A Defesa Civil Municipal informou que
várias famílias tiveram as residências invadidas pela água e foram levadas para as casas de parentes e amigos. Houve também o registro de quedas de muros e do abalo da estrutura de moradias. Os maiores danos ocorreram no Centro da cidade e nos bairros Aparecida, Vista Alegre, Cidade Nova, Subestação e Piedade.


Publicidade