Publicidade

Estado de Minas

Polícia descobre plantação de maconha em Santa Luzia, na Grande BH

Jovem que mora na Região Centro-Sul da capital teria alugado a casa exclusivamente para cultivo da planta. Cerca de 22 pés de maconha foram encontrados


postado em 22/01/2020 14:44 / atualizado em 22/01/2020 20:12

(foto: Polícia Militar/Divulgação)
(foto: Polícia Militar/Divulgação)

Um homem foi preso, na manhã desta quarta feira (22),  no Bairro Funcionários, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte. A Polícia Militar de Minas Gerais descobriu que uma casa em Santa Luzia era utilizada para cultivo de maconha. A residência foi encontrada no Bairro Padre Miguel, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, após denúncia de moradores que viam uma “luz amarela” durante toda a noite.

De acordo o sargento Luciano Gama, a PM recebeu uma denúncia anônima alegando que o homem ia à residência alugada apenas a noite e chegava sempre em um carro de luxo. Ainda segundo denúncia, as luzes da casa ficavam acesas 24 horas por dia e o suspeito, constantemente,  saia do local carregando sacolas.
 
A moradia era alugada por um jovem que morava no Bairro Funcionários, Região Centro-Sul de Belo Horizonte. De acordo com a PM, ele confessou aos policiais que fazia o uso de maconha e que alugou a casa exclusivamente para a plantação e consumo próprio. Porém, pela alta quantidade encontrada, a PM suspeita de tráfico de drogas.
 
Ao chegarem no local, os militares sentiram o forte cheiro da droga e, através do muro, puderam ver alguns pés de maconha no quintal da casa. Ao entrarem, os agentes localizaram cerca de 22 pés de maconha, adubo e utensílios para o cultivo da droga. Também foi encontrada uma metralhadora artesanal em um fundo falso dentro da residência alugada. 
“Localizamos adubos para a plantação e percebemos que ele não usa produto químico. Ele planta, coloca pra secar e vende triturada”, acredita o policial, sargento Luciano Gama.

(foto: Polícia Militar/Divulgação)
(foto: Polícia Militar/Divulgação)

O rapaz foi detido pelos militares e levado para delegacia da cidade. Até a publicação desta matéria, a ocorrência ainda estava em andamento.
 
* Estagiária sob supervisão do subeditor Frederico Teixeira 


Publicidade