Publicidade

Estado de Minas

Cochilo e fuga: três motoristas são presos alcoolizados no Anel Rodoviário

Um dos motoristas preso passou pelo teste do bafômetro e o resultado foi quatro vezes maior do que o valor considerado crime de trânsito, que é 0,34 miligrama de álcool por litro de ar expelido pelos pulmões


postado em 21/12/2019 09:50 / atualizado em 21/12/2019 11:56

Dois motoristas tiraram um cochilo na marginal do Anel Rodoviário e fugiram ao serem abordados pela PMRv(foto: Polícia Militar Rodoviária (PMRv) / Divulgação)
Dois motoristas tiraram um cochilo na marginal do Anel Rodoviário e fugiram ao serem abordados pela PMRv (foto: Polícia Militar Rodoviária (PMRv) / Divulgação)

A irresponsabilidade de alguns motoristas, que ainda insistem em assumir a direção após consumir bebidas alcoólicas, foi combatida pela Polícia Militar Rodoviária (PMRv) na madrugada deste sábado. Três condutores alcoolizados foram presos no Anel Rodoviário. Dois deles foram abordados  quando tiravam um cochilo na pista central da rodovia. Um dos motoristas fugiu por aproximadamente oito quilômetros, quando acabou preso. O resultado do teste do bafômetro dele deu quatro vezes maior do que o valor considerado crime de trânsito, que é 0,34 miligrama de álcool por litro (mg/l) de ar expelido pelos pulmões.

A primeira ocorrência aconteceu por volta das 5h45. De acordo com a PMRv, os militares foram acionados por motoristas que indicaram uma Hilux onde o condutor apresentava sintomas de embriaguez. Os agentes fizeram uma busca pelo Anel Rodoviário e conseguiu conter o veículo próximo ao km 471, no Bairro São José, na Pampulha.

O motorista, de 34 anos, foi abordado. Segundo a PMRv, ele apresentava alteração na capacidade psicomotora, como andar cambaleante, fala desconexa, olhar avermelhado, e estava exaltado. Ele passou pelo teste do etilômetro e o resultado foi de 0,27 mg/l.  O homem estava com a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) vencida desde 2014 e vários processos administrativo no prontuário. Além disso, estava com uma determinação para suspensão de direito de dirigir.

Em conversa com os militares, como consta no boletim de ocorrência, o homem afirmou que o carro é de um vizinho, que guarda o veículo na casa dos pais dele. Como os familiares saíram de casa, ele alegou que pegou as chaves, sem consentimento do dono, e foi até uma favela para consumir drogas.

Cochilo no Anel Rodoviário


Por volta das 7h, outra ocorrência que terminou com motoristas alcoolizados detidos. Segundo a PMRv, dois veículos estavam parados na pista central do Anel Rodoviário, próximo ao km 461, no Bairro Universitário, também na Pampulha. Os motoristas estavam dormindo. Quando foram abordados pelos militares, um deles, em um Uno, fugiu.

Segundo a PMRv, o veículo foi perseguido por aproximadamente oito quilômetros. O condutor foi abordado próximo a Avenida Cristiano Machado, na Região Nordeste de Belo Horizonte. O homem, de 47 anos, passou pelo teste do bafômetro e o resultado foi 1,17 mg/l. Ele teve a CNH recolhida. O veículo foi removido.

O outro condutor, de 25, que estava em um Honda City, também foi detido. O teste do etilômetro deu 0,61 mg/l. O resultado é o dobro do valor considerado crime de trânsito.

Os três condutores detidos foram encaminhados para o Departamento de Trânsito de Minas Gerais (Detran/MG).


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade