Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas ANEL RODOVIÁRIO

Anel Rodoviário nas chuvas: 10 anos de problemas que se repetem

Crateras abertas nas pistas marcam períodos chuvosos, provocam transtornos e põem motoristas em risco


postado em 21/12/2019 06:00 / atualizado em 21/12/2019 07:07

Nesta semana, trecho na altura da Praça São Vicente ficou fechado parcialmente, testando a paciência dos motoristas(foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press )
Nesta semana, trecho na altura da Praça São Vicente ficou fechado parcialmente, testando a paciência dos motoristas (foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press )

Durante seis horas, o Anel Rodoviário de Belo Horizonte ficou parcialmente fechado devido a um buraco que surgiu na pista próximo a Praça São Vicente, na Região Noroeste da cidade. O tempo foi o suficiente para provocar congestionamentos quilométricos durante toda a quinta-feira. O problema não é raro na rodovia, que em alguns trechos recebem 130 mil veículos por dia. Levantamento feito pelo Estado de Minas mostra que nos últimos 10 anos a via mais movimentada da capital mineira foi interditada em ao menos seis ocasiões devido a avarias na pista. O alerta deve ser ligado, pois cinco dos fechamentos ocorreram em dezembro e janeiro.

Os surgimentos das crateras nos últimos 10 anos, coincidem com a época do período chuvoso. Desde 2009, elas surgiram em diferentes pontos da rodovia. No Bairro Betânia, na Região Oeste, próximo a Avenida Dom Pedro II, no Bairro Engenho Nogueira, na Pampulha, no Bairro Santa Maria, e, por último, na Praça São Vicente. Em todas as ocasiões, a rodovia precisou ser interditada, ou parte dela, para o reparo. E houve grandes congestionamentos.

Nesta semana não foi diferente, um buraco se abriu no Anel Rodoviário provocando transtornos para motoristas que passaram pela via ao longo da quinta-feira. Serviços para reparar o dano foram iniciados e concluídos em seis horas. A faixa direita da via no sentido BH/Rio de Janeiro teve que ser interditada, por volta das 13h, e só foi completamente liberada às 20h56. De acordo com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), o buraco se abriu por perda de material do aterro de encabeçamento da obra de arte especial. “O DNIT está mobilizado no reparo e a recuperação será feita com material granular, estando com recomposição imediata das camadas do pavimento”, informou o órgão.

A ocorrência acende um alerta para os motoristas. As crateras que surgiram no Anel Rodoviário nos últimos 10 anos foram, em sua maioria, em dezembro. Como aconteceu neste ano, em 2013, por duas ocasiões, e em 2009. Em 2010, os buracos apareceram em janeiro, e, em 2018, em março. Todas os períodos coincidem com a época chuvosa, que começa em outubro e vai até março.

A Via 040, concessionária responsável por um trecho da rodovia, afirma que mantém equipes de manutenção de prontidão. “A empresa monitora continuamente o asfalto do Anel e, em caso de necessidade de intervenção, as obras são programadas com antecedência e realizadas no período noturno. Além do asfalto, a empresa também dá manutenção rotineira nas obras de arte especiais (pontes e viadutos), sistema de drenagem, elementos de segurança (defensas metálicas, muretas) e na sinalização (placas e pinturas de faixas)”, afirmou. Em nota, o DNIT afirmou apenas que “realiza operações de manutenção nos trechos que são de sua responsabilidade constantemente”

Rodovida  

Combate a embriaguez ao volante, excesso de velocidade e ultrapassagens proibidas. Esses são os focos da operação Rodovida da Polícia Rodoviária Federal (PRF) nas estradas que cortam Minas. As ações começaram ontem e vão seguir até março de 2020. A operação aumentará fiscalização para as férias escolares, festas de Natal, ano novo e carnaval. 

“As ações serão realizadas com objetivo de combater práticas como embriaguez ao volante, não uso do cinto de segurança e demais dispositivos de retenção obrigatórios, além de ultrapassagens proibidas e excesso de velocidade”, afirmou a PRF. Estão previstas atividades educativas, “para que a sensibilização produza mudança de comportamento e um trânsito mais seguro”.

Os motoristas de veículos de carga devem ficar atentos. A PRF restringirá o tráfego de bitrens, rodotrens, treminhões, cegonheiras carregadas e veículos com cargas excedentes, que necessitem de Autorização Especial de Trânsito (AET). Os veículos estão proibidos de circular em 25 de dezembro, e no dia 1º de janeiro, entre 14h às 22h. O motorista que descumprir a determinação será multado em R$ 130,16 (infração média), receberá 4 pontos na Carteira e terá o veículo retido.

Na BR-381, entre BH e São Paulo, a estimativa é que 4 milhões de veículos passem por lá até 6 de janeiro. A concessionária Arteris Fernão Dias vai ampliar os recursos operacionais. Equipes extras vão ficar em pontos estratégicos. 

Na BR-040, a operação também já começou. De acordo com a Via 040, o quadro de viaturas foram reforçados e não haverá interdições para realização de obras. As ações visam dar mais segurança nos principais destinos turísticos de Minas, Rio de Janeiro e Goiás.

OUTRAS CRATERAS

>> 14 de dezembro de 2009  
Buraco se abre no Anel Rodoviário, no Bairro Betânia, Região Oeste de BH. Parte do asfalto cedeu durante um temporal que atingiu a capital mineira

>> 2 de janeiro de 2010 
Cratera de 15 metros de diâmetro e seis de profundidade se abriu no Km 6 do Anel Rodoviário. Parte da rodovia teve que ser interditada

>> 16 de dezembro de 2013 
Cratera interditou uma pista do Anel Rodoviário em cima do viaduto com a Avenida Dom Pedro II, na Região Noroeste de BH. A faixa central, na altura do Km 14, foi fechada e o buraco cercado por cones.

>> 31 de dezembro de 2013   
Dois buracos surgiram na marginal do Anel Rodoviário, próximo ao Bairro Engenho Nogueira, na Região da Pampulha, após um temporal. Elas chegaram a ser fechadas, mas voltaram a abrir.

>> 12 de março de 2018 
Uma cratera se abriu no Anel Rodoviário, na altura do Bairro Santa Maria, Região Noroeste de BH, no trecho em que a via passa por cima da Via Expressa

>> 19 de dezembro de 2019
Um buraco se abriu na rodovia próximo a Praça São Vicente, na Região Noroeste da cidade. As causas ainda estão sendo apuradas


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade