Publicidade

Estado de Minas CLIMA

Quente pra cachorro: frente fria promete chuvas, mas nada de refresco em Minas

Previsão é de fortes precipitações em BH, com temperaturas de até 33°C. Na onda de calor, nem os bichos escapam, e a saída é improvisar. Vale até picolé para confortar o pet


postado em 18/12/2019 06:00 / atualizado em 18/12/2019 07:50

Allec Gomes oferece picolé 'sem açúcar' ao cãozinho Beto, na tentativa de dar conforto ao animal: 'Em casa, ele adora ficar próximo ao ventilador', contou(foto: Túlio Santos/EM/D.A Press)
Allec Gomes oferece picolé 'sem açúcar' ao cãozinho Beto, na tentativa de dar conforto ao animal: 'Em casa, ele adora ficar próximo ao ventilador', contou (foto: Túlio Santos/EM/D.A Press)


Moradores de Belo Horizonte terão mais um dia de calor. Os termômetros chegaram a marcar 31°C, ontem, em algumas regiões da cidade. Hoje, a previsão é que alcancem até 33°C. Mas uma mudança está por vir. Uma frente fria está chegando em São Paulo e já deve influenciar o tempo em Minas Gerais. Pancadas de chuva estão previstas para diferentes regiões. Na capital mineira, o tempo quente poderá levar a precipitações fortes.
 
De acordo com o meteorologista Cleber Sousa, do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a frente fria está na Região Sudeste. “Desde o fim de semana, estamos com uma massa de ar seco, que não favorece para a chuva. Mas a partir da noite de hoje (ontem), a frente fria que está chegando em São Paulo vai influenciar o tempo aqui em Minas”, afirmou o especialista. As cidades do Triângulo Mineiro, Oeste, Sul, Zona da Mata e Campos das Vertentes serão as mais atingidas pelas chuvas. A instabilidade também chegará a Belo Horizonte e municípios da região metropolitana.

Os últimos dias na capital mineira estão sendo quentes, com temperaturas acima de 30°C. Ontem, não foi diferente. Em alguns pontos da cidade, o calor chegou a 31o C. A umidade relativa do ar bateu em 28%, o que é considerado estado de alerta pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e pode provocar danos à saúde. A Defesa Civil Municipal já havia emitido um alerta para a possibilidade de tempo seco.

Com o calor, o melhor é improvisar. Como fez o programador Allec Gomes, de 38 anos. Durante um passeio pela Praça ABC, na Região Centro-Sul, na tarde de ontem, junto com Beto Barbosa, seu cachorro, mestiço de pug com buldog francês, ele ofereceu um picolé ao animal. E o cão não titubeou. “É um pouco raro eu dar picolé para ele, mas encontrei um de maracujá sem açúcar e acabei oferecendo. Ele adorou. Foi muito espontâneo”, contou.

Allex conta que, no calor, costuma sair três vezes ao dia com o cão. “A gente mora em apartamento também. Os animais em geral, cachorro principalmente, sofrem muito com o calor”, contou. “Em casa, ele adora ficar próximo ao ventilador”, completou.

E as altas temperaturas vão continuar. Hoje, os termômetros poderão marcar até 33°C. “Sempre quando está chegando uma frente fria, as temperaturas sobem bastante. Vamos chegar a 33°C”, comenta Cleber Sousa, que faz um alerta. “A previsão é de pancadas de chuva, que podem ser fortes devido ao calor”, completou. A instabilidade deve continuar na capital mineira nos próximos quatro dias.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade