Publicidade

Estado de Minas

Decoração natalina é inaugurada na Praça da Liberdade, em Belo Horizonte

A iluminação poderá ser visitada durante as festividades de fim de ano até o dia 6 de janeiro do ano que vem


postado em 11/12/2019 20:23 / atualizado em 11/12/2019 21:37

Mais de 400 mil microlâmpadas de LED, mil lâmpadas estrobos, 1,5 mil metros de mangueiras luminosas e 78 projetores foram instalados(foto: Marcos Vieira/EM/D.A press)
Mais de 400 mil microlâmpadas de LED, mil lâmpadas estrobos, 1,5 mil metros de mangueiras luminosas e 78 projetores foram instalados (foto: Marcos Vieira/EM/D.A press)
O clima natalino tomou conta da Praça da Liberdade, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte, em definitivo, com a inauguração da tradicional decoração, com milhares de luzes. Centenas de pessoas se aglomeravam no início da noite desta quarta-feira para não perder o momento da iluminação, mas a chuva acabou atrapalhando um pouco. A iluminação poderá ser visitada durante as festividades de fim de ano até o dia 6 de janeiro do ano que vem.
 
Ver galeria . 23 Fotos A iluminação poderá ser visitada durante as festividades de fim de ano até o dia 6 de janeiro do ano que vem Marcos Vieira/EM/D.A press
A iluminação poderá ser visitada durante as festividades de fim de ano até o dia 6 de janeiro do ano que vem (foto: Marcos Vieira/EM/D.A press )
 
 
O casal formado pela bancária Christiane Lunar de Rezende, de 47 anos, e diretor comercial Adalto Bicalho, de 48, vieram para a contagem regressiva para a inuguração dos efeites. "Achei os efeites muito bonitos, não podemos perder essa tradição. É muito legal famílias reunidas para apreciar", disse Adalto, que logo tirou para o celular para fazer uma selfie com a amada. 

Neste ano, mais de 400 mil microlâmpadas de LED, mil lâmpadas estrobos, 1,5 mil metros de mangueiras luminosas e 78 projetores foram instalados.  Uma cortina de microlâmpadas decorou o coreto e uma árvore de Natal com sete metros de altura foi construída. A decoração toma a calçada, alamedas, canteiros, palmeiras e fontes.  Essesconjuntos de lâmpadas  formam imagens como estrela e árvores de Natal.

José Marques Ramos, de 69, e Maria Inês Carneiro Ramos, de 73,  vieram mesmo com a chuva. "Natal sem chuva não é Natal", brincou Maria Inês que vem todos os anos. Ela conta que gostou muito das estrelas iluminadas. Já José gostou, mas achou que a iluminação está menos expressiva que nos anos anteriores", afirmou. Eles passaram à noite escutando o coral que tocou para marcar a data e aprovaram.

ECONOMIA Foi cogitada a possibilidade da decoração não ser feita neste ano, depois de 32 anos.  Isso porque a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) disponibilizou apenas 10% dos investimentos de anos anteriores. No ano passado, foram investidos R$ 5,5 milhões em decoração de Natal, entre a Praça da Liberdade, as árvores da Avenida Barbacena, o prédio da sede da companhia, no Bairro Santo Agostinho, na Região Centro-Sul de BH, e o interior do estado. Este ano, os recursos para decoração são da ordem de R$ 600 mil. 

Portanto, a Praça da Liberdade será enfeitada com o apoio das empresas. Colaboraram  com a iluminação a Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH), a construtora MRV, Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (Iepha-MG), o Circuito Cultural Praça da Liberdade, Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), Banco do Brasil, Vale, Fiat e Gerdau. 

PROGRAMAÇÃO CULTURAL Luzes também foram colocadas na Avenida Barbacena, que ganharam um toque bem mineiro: foram envelopadas com crochê feito pelos recuperandos da Associação de Proteção e Assistência ao Condenado (Apac) de Santa Luzia, na Região Metropolitana de BH. Além das luzes, até o dia 21 haverá programação cultural diária, em palco montado do lado de fora do prédio da Cemig. Ela inclui feirinhas de produtos orgânicos, presentes de Natal e livros, além de um espaço gourmet na Avenida Barbacena, com foodtrucks que trazem o melhor da gastronomia mineira.
 


Publicidade