Publicidade

Estado de Minas

Após perseguição, polícia apreende carro com quase 500 quilos de maconha em canavial

Motorista fugiu de abordagem em rodovia. Desconfiados de arma, policiais atiraram nos pneus do veículo, que ficou sem controle


postado em 02/12/2019 13:15 / atualizado em 02/12/2019 13:18

Carga de maconha estava escondida nos bancos e no porta-malas(foto: Polícia Militar/Divulgação)
Carga de maconha estava escondida nos bancos e no porta-malas (foto: Polícia Militar/Divulgação)


Uma perseguição policial terminou com a apreensão de 556 quilos de maconha na madrugada desta segunda-feira em Iturama, no Triângulo Mineiro. As drogas foram localizadas após uma perseguição que terminou com tiros e acidente. Os ocupantes do carro conseguiram fugir. 

Por volta das 3h30, policiais militares realizavam de uma operação de combate às drogas na MGC-497, na altura do km 235, quando mandaram o motorista de um Prisma preto, com placas de Goiânia (GO), parar. No entanto, o motorista não obedeceu e entrou na contramão em direção ao distrito de Honorópolis, em Capina Verde.

Os policiais seguiram o veículo. Na altura do km 227, um dos ocupantes apontou um objeto semelhante a uma arma na direção dos policiais. Uma outra pessoa atirou um pacote, que seria um tablete de droga, para tentar obstruir o veículo. Quando a suposta arma foi apontada novamente na direção dos policiais, eles atiraram contra os pneus do veículo. 

Sem controle, o carro foi parar dentro de um canavial às margens de um condomínio. Antes de entrar na mata, um dos policiais fez mais disparos até a certificação de que os homens haviam fugido. 

Ao revistar o carro, eles descobriram os tabletes de maconha sob os bancos e no porta-malas. Eles chamaram reforços, que fizeram buscas ao redor do canavial e fazendas vizinhas, mas até esta manhã ninguém havia sido localizado. No total, foram apreendidos 490 quilos de maconha. 

Ainda segundo a polícia, apesar de o veículo estar com placas de Goiânia, dentro do carro foram encontradas outras duas de Campo Grande (MS). Já o chassi é de um veículo de Palmas (TO). Não foi constatada queixa de furto ou roubo no sistema. As buscas pelos criminosos continuam. 


Publicidade