Publicidade

Estado de Minas

Aulão mostra caminho para ter a 'redação 1000' no Enem

Evento, ministrado pela professora Cíntia Chagas, foi realizado no Teatro Alterosa, em BH


postado em 26/10/2019 19:51 / atualizado em 26/10/2019 19:51

Cíntia Chagas tem 17 anos de experiência na área da educação(foto: Marcos Vieira/EM/D. A. Press)
Cíntia Chagas tem 17 anos de experiência na área da educação (foto: Marcos Vieira/EM/D. A. Press)
Um aulão realizado na tarde deste sábado no Teatro Alterosa, no Bairro Floresta, Região Leste de Belo Horizonte, deu o "caminho das pedras" para que vestibulandos conheçam o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e possam ter condição de tirar a nota máxima, 1000, na redação da prova. Professora e colunista do Estado de Minas, Cíntia Chagas recebeu cerca de 150 pessoas no local para ensinar, de forma descontraída, os vestibulandos a "hackearem" a redação do Enem.

No aulão, Cíntia explicou como a redação é avaliada e também tudo que é exigido pelos examinadores. O texto dissertativo-argumentativo é a única parte aberta da prova nacional.

Ver galeria . 13 Fotos Cíntia Chagas é professora, colunista do Estado de Minas e autora do livro 'Sou Péssimo em Português'Marcos Vieira/EM/D. A. Press
Cíntia Chagas é professora, colunista do Estado de Minas e autora do livro 'Sou Péssimo em Português' (foto: Marcos Vieira/EM/D. A. Press )
“Aqui, eu mostrei uma redação nota 1000 de um ex-aluno meu como exemplo para seguir. Tivemos também técnicas de análise escritas próprias para o Enem, parágrafo por parágrafo, e depoimentos de alunos que não tiraram 1000 como também os que conseguiram boas notas na redação utilizando técnicas próprias”, disse, ao Estado de Minas.

O primeiro dia do Enem será em 3 de novembro, com avaliação de linguagens, códigos e suas tecnologias, ciências humanas e suas tecnologias e redação. Já no dia 10 do mesmo mês será a segunda etapa, quando provas de ciências da natureza e suas tecnologias e matemática e suas tecnologias serão aplicadas. A professora deu dicas de como chegar perto da nota máxima na redação. 

“A primeira dica é não tentar adivinhar temas da redação, pois quando o candidato tenta adivinhar o tema ele já prepara uma redação, uma argumentação específica, e isso é perigoso. Outra dica é o candidato assistir documentários e procurar métodos informativos mais lúdicos nesta reta final. Não adianta muito, agora, tentar ler jornais, revistas, ele deve tentar assistir filmes, algo que seja menos cansativo, já que está sob pressão”, explicou.

Mesmo com o trabalho voltado ao público pré-vestibulando, Cíntia Chagas, autora do livro “Sou Péssimo em Português”, espera também poder ensinar dicas da língua portuguesa a trabalhadores do meio corporativo no futuro.

“Agora, ocorrerá uma ampliação da minha carreira. Criei um método de ensino baseado na contação de casos, no humor, e recursos mnemônicos, e percebo que o público que me acompanha hoje não é apenas dos pré-vestibulandos, mas também há pessoas do mundo corporativo. Vamos passar a observar isso”, finalizou a professora que tem 17 anos de experiência na área.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade