Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Publicidade

Estado de Minas #PRAENTENDER

Por que o Aeroporto Carlos Prates se tornou motivo de medo para moradores de BH

De 2008 a 2019, dos 10 acidentes aéreos ocorridos em Belo Horizonte, apenas uma aeronave não partiu do Aeroporto Carlos Prates


postado em 24/10/2019 16:03 / atualizado em 24/10/2019 16:47

Em seis meses, dois aviões de pequeno porte que partiram do Aeroporto Carlos Prates caíram logo após a decolagem, numa mesma rua do Bairro Caiçara, Região Noroeste de Belo Horizonte. Ao todo, cinco mortos, dois feridos e uma população apreensiva com a operação do aeroporto, que transporta cerca de 11 mil pessoas por ano.

 

Fizemos este vídeo pra entender por que o aeroporto Carlos Prates se tornou motivo de constante apreensão para quem vive em uma das áreas mais populosas da cidade.

 

De 2008 a 2019, dos 10 acidentes aéreos ocorridos em Belo Horizonte, apenas uma aeronave não partiu do Aeroporto Carlos Prates.

 


 

Moradores do bairro, temendo novos acidentes, estão organizando um abaixo assinado para que o Ministério Público investigue as condições de segurança do aeroporto. O prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), se posicionou contra o fechamento do aeroporto Carlos Prates.

 

A Infraero afirmou, em nota, que o aeroporto opera dentro dos requisitos de segurança estabelecidos nas normas da aviação civil brasileira.

 

* Estagiário sob supervisão do subeditor Rafael Alves 

 


Publicidade