Publicidade

Estado de Minas FESTA

Alegria e descontração por mais de 13 horas pelos bares da capital

Um grupo de amigos de BH e Campinas participou ontem da terceira Trilha 7 Bares BH, que começou às 8h30 e terminaria às 22h


postado em 19/10/2019 18:09 / atualizado em 19/10/2019 18:29

Participantes da Trilha 7 Bares BH invadiram o Barbazul na tarde de ontem(foto: Elizabeth Colares/EM/D.A Press)
Participantes da Trilha 7 Bares BH invadiram o Barbazul na tarde de ontem (foto: Elizabeth Colares/EM/D.A Press)
De repente, o bar foi invadido por um bando de pessoas vestidas com camisas laranja e esbanjando alegria e descontração. Eles vieram caminhando do Assacabrasa, na Savassi, onde fizeram um pit stop para almoço. É que, desde as 8h30 da manhã, o grupo, formado por 95 pessoas, participa de caminhada alcoológica, que percorre sete bares na capital.

Esta é a terceira edição da Trilha 7 Bares BH, que iniciou a odisseia no Bairro Mangabeiras, no Tudo no Espeto, e pretende encerrá-la às 22h, no Verdinho, no Bairro São Bento.

Entre o primeiro e o último bar, muita cerveja e muito tira-gosto. Mas ninguém pode ficar bêbado, porque senão é obrigado a abandonar a caminhada. E, por incrível que pareça, todos seguem direitinho a recomendação de comer e beber água, para seguirem firmes até o fim.

Do quinto bar, o Barbazul, no Bairro Funcionários, os animados caminhantes seguiram para o Oratório, na mesma Região, de onde pegariam um trenzinho para o percurso maior, que seria até o São Bento. No total, eles andaram 12 quilômetros, que, segundo um dos coordenadores, Francisco, mais conhecido como Fica, que veio de Campinas especialmente para a caminhada, valeram a pena. Dos 95 participantes hoje na capital, 25 são de Campinas.

Um dos coordenadores do grupo, Francisco veio de Campinas para participar da caminhada alcoológica(foto: Elizabeth Colares/EM/D.A Press)
Um dos coordenadores do grupo, Francisco veio de Campinas para participar da caminhada alcoológica (foto: Elizabeth Colares/EM/D.A Press)
  

Francisco conta que tudo começou há seis anos, em Campinas, onde até 130 pessoas já participaram. “Nós temos um grupo de caminhada, chamado Os do Caminho. Em nossas andanças, conhecemos integrantes do grupo BH Grinos que, há três anos, aderiram à caminhada pelos bares”. Ele lembra que a ideia surgiu de um amigo, que tinha um grupo que fazia a Caminhada das 7 Igrejas, em Campinas. “Um dia, num bar, resolvemos fazer uma caminhada pagã, e criamos a 7 Bares, que se tornou sucesso.”


Publicidade