Publicidade

Estado de Minas

Morre idoso ferido em incêndio que atingiu asilo no interior de Minas

O homem de 78 anos estava internado no Hospital João XXIII. Um outro idoso, de 60 anos, que também se feriu na ocorrência está na mesma unidade de saúde em estado grave


postado em 03/10/2019 13:53 / atualizado em 03/10/2019 13:58

Quarto onde dois idosos dormiam foi destruído(foto: Samu/Divulgação)
Quarto onde dois idosos dormiam foi destruído (foto: Samu/Divulgação)

Um dos idosos feridos no incêndio em um asilo em Pará de Minas, na Região Centro-Oeste de Minas Gerais, morreu na manhã desta quinta-feira. O homem, de 78 anos, estava internado no Hospital João XXIII. Um inquérito foi aberto para apurar o caso. Levantamentos iniciais feitos pela Polícia Civil indicam que as chamas foram causadas por um cigarro aceso por um dos hóspedes.

Boletim da Fundação Hospitalar de Minas Gerais (Fhemig), divulgado nesta quinta-feira, confirnou a morte do idoso. Um outro homem, de 60 anos, permanece internado no Hospital João XXIII. O estado de saúde dele é considerado grave.
 
O incêndio aconteceu nessa quarta-feira. O fogo começou por volta das 21h em um dos quartos do imóvel, que fica no Bairro JK. Segundo o Corpo de Bombeiros da cidade, as vítimas dormiam nesse cômodo, que foi atingido pelo fogo. Militares conseguiram apagar as chamas antes que elas se espalhassem para outros cômodos do lar de idosos. Os dois feridos tiveram queimaduras em 80% ou 90% do corpo, em diferentes graus.

De acordo com o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) da região, o idoso de 78 anos foi socorrido inconsciente. Ele e o outro homem chegaram a ser atendidos no Hospital Nossa Senhora da Conceição. Mas, devido ao grave estado de saúde, foram transferidos de helicóptero para o Hospital João XXIII.

Segundo a Polícia Civil, um inquérito policial foi instaurado para apurar as circunstâncias do incêndio. “Os levantamentos iniciais mostram que não se trata de fato criminoso. Os indícios são que os fatos tenham sido causados por cigarro aceso de um dos idosos. As investigações seguem para elucidação dos fatos”, informou.


Publicidade