Publicidade

Estado de Minas

Um dos maiores traficantes da Grande BH, Índio é preso em flagrante em Santa Luzia

Com o suspeito foram encontradas duas armas de fogo, munições, drogas, dinheiro e anotações da contabilidade do tráfico


postado em 01/10/2019 11:03 / atualizado em 01/10/2019 12:17

(foto: Edésio Ferreira/EM/DA PRESS)
(foto: Edésio Ferreira/EM/DA PRESS)

 

A Polícia Civil prendeu em flagrante o homem considerado um dos maiores traficantes de facção criminosa atuante na Região Metropolitana de Belo Horizonte.  Welisson Ramos Natividade, de 40 anos, conhecido por “Índio”, é suspeito de herdar o comércio ilegal do irmão, que atuou por muitos anos em Santa Luzia, na Grande BH. Detalhes da investigação foram repassados em coletiva de imprensa nesta terça-feira.

A investigação começou no início deste ano. A prisão ocorreu em Santa Luzia em um ferro-velho na semana passada. Com o suspeito foram encontradas duas armas de fogo, munições, drogas, dinheiro e anotações da contabilidade do tráfico. Ele ainda é investigado por cometer quatro homicídios.

De acordo com a delegada Bianca Prado, ele já auxiliou o irmão no tráfico, homem muito conhecido no mundo do crime. Em 1997, foi investigado e preso. Em 2005, volta a ser alvo da polícia. Mas, foi esse ano que ele se tornou um grande traficante da região.

Welisson teria ligação com uma das principais facções criminosas do estado de São Paulo. Como vinha sendo monitorado, só ia para Santa Luzia  durante a madrugada ou nos finais de semana. Isso dificultou os trabalhos da polícia.

Ainda foram apreendidos um carro e uma moto, que seriam utilizados no comércio ilegal de entorpecentes.


Publicidade