Publicidade

Estado de Minas

Ladrão finge que conhece a vítima, abraça e anuncia assalto em BH

De acordo com a Polícia Militar, homem cometia os crimes contra adolescentes no Centro da capital


postado em 24/09/2019 14:12 / atualizado em 24/09/2019 19:41

Assaltante usava a mesma roupa com camisa listrada(foto: Polícia Militar/Divulgação)
Assaltante usava a mesma roupa com camisa listrada (foto: Polícia Militar/Divulgação)

Um homem foi conduzido para a delegacia nesta terça-feira, suspeito de cometer diversos roubos no Hipercentro de Belo Horizonte. Segundo a Polícia Militar (PM), João Paulo Perico Neres, de 33 anos, abordava adolescentes fingindo que era conhecido e depois anunciava o assalto

A Polícia Militar acredita que João Paulo vinha cometendo os crimes há pelo menos três meses. Imagens de câmeras de segurança flagraram a ação do suspeito. De acordo com o subtenente Rinaldo, que atendeu a ocorrência, ele já era conhecido pela polícia e era monitorado pelo trabalho de inteligência.

Nesta terça-feira, o homem foi visto fazendo uma nova vítima. Abordou um adolescente, cumprimentou e abraçou fingindo que o conhecia. “Logo depois, ele se diz um bandido perigoso e anuncia o assalto. Fala que vai atirar ou dar facadas”, contou o policial. No entanto, nesta última ação, a vítima se desesperou e saiu correndo. Os policiais conseguiram prender João Paulo, mas não localizaram a vítima.

De acordo com a polícia, ele confessou os crimes alegando que estava com dificuldades financeiras, que seria casado e teria uma filha. “Ele disse que morava em Sabará e estava desempregado. Quando ele fez uma vez e deu certo, gostou e continuou. Como ele disse, não tem violência. Ele não usa arma, somente o argumento”, disse o policial.

João Paulo vendia os celulares roubados e arrecadava cerca de R$ 500 por dia. Dependendo do aparelho, o lucro ainda poderia ser maior. “Ele fazia uma vez por semana, depois viu que era fácil e virou rotina”, contou.

O militar ainda ressaltou a “falta de investimento” em roupas. “A única coisa que ele não investiu é na roupa. Ele usava a mesma roupa, mesma camisa, mesma calça e sapato porque pensava que dessa vez deu certo, teria medo de mudar e se dar mal. Só que dessa vez ele se deu mal”, disse.

Ainda segundo a polícia, as vítimas seriam apenas adolescentes que estudam no Centro. Ele foi levado para a 6ª Cia de Polícia Militar e depois para a Central de Flagrantes II. A corporação informou que o suspeito foi liberado pois não estava em estado flagrancial e que não tinha mandatos de prisão em aberto. A vítima ainda não foi identificada e um inquérito foi instaurado.  

No ano passado ele chegou a ser conduzido pela mesma ação e também não foi preso.

Assaltante roubava adolescentes no Centro de Belo Horizonte(foto: Jair Amaral/EM/D.A. Press)
Assaltante roubava adolescentes no Centro de Belo Horizonte (foto: Jair Amaral/EM/D.A. Press)

 
* Estagiária sob supervisão da subeditora Ellen Cristie. 


Publicidade