Publicidade

Estado de Minas

Acidente com carro superlotado mata mãe e três filhos em estrada mineira

Chuva fina na região de São Gotardo, no Alto Paranaíba, pode ter contribuído para o acidente. As vítimas tinham 5, 17, 19 e 39 anos


postado em 23/09/2019 16:04 / atualizado em 23/09/2019 16:16

Palio foi arremessado para fora da rodovia(foto: Polícia Militar Rodoviária (PMRv) / Divulgação)
Palio foi arremessado para fora da rodovia (foto: Polícia Militar Rodoviária (PMRv) / Divulgação)

Mais uma tragédia foi registrada nas estradas mineiras. Um carro superlotado bateu de frente com uma carreta bitrem na BR-354, em São Gotardo, na Região do Alto Paranaiba. Com o impacto, alguns ocupantes foram arremessados para fora. Quatro morreram na hora e outras três pessoas foram socorridas em estado grave. A chuva fina no momento da colisão pode ter contribuído para a ocorrência. O condutor do carro estava com um revólver, que foi apreendido.

O acidente aconteceu por volta das 21h de domingo. De acordo com a Polícia Militar Rodoviária (PMRv), o carro seguia em direção a São Gotardo, quando, no km 350, invadiu a contramão. Ele acabou batendo de frente com uma carreta, que seguia na direção contrária. Segundo testemunhas, a chuva e o piso irregular da rodovia podem ter contribuído para a batida.

Com o impacto, o carro foi arremessado por alguns metros. Algumas das vítimas acabaram sendo projetadas para fora do automóvel. Morreram no local: V.F.S, de 39 anos, e os filhos dela, L.A.S.C, de 19, A.V.S.A, de 17, e L.E.S.D, de 5. Duas crianças, de 11 e 14 anos, ficaram gravemente feridas,  assim como o condutor, de 39. Eles foram socorridos para um hospital de Patos de Minas.

Veículo bateu de frente com uma carreta(foto: Polícia Militar Rodoviária (PMRv) / Divulgação)
Veículo bateu de frente com uma carreta (foto: Polícia Militar Rodoviária (PMRv) / Divulgação)


Arma encontrada


Os policiais encontraram na cintura do motorista do carro um revólver calibre 22, que estava se munição. Por causa disso, o homem segue internado sob escolta policial. Ele deverá prestar depoimento após receber alta. Os corpos dos mortos no acidente foram encaminhados para o Instituto Médico-Legal (IML) da cidade.


Publicidade